Home > Notícias

Setor de semicondutores pode cair quase 10% em 2009, prevê iSuppli

Seis forças diferentes que conspiram para que o segmento tenha uma queda de faturamento de quase dois dígitos no ano que vem.

Redação do COMPUTERWORLD

30/12/2008 às 10h40

Foto:

A indústria mundial de semicondutores vai registrar queda de 9,4% de
faturamento em 2009, movimentando 241,5 bilhões de dólares, numero bastante
inferior aos 266,6 bilhões de dólares registrados em 2008.

A previsão inicial da iSuppli era de 6,8%
de crescimento no setor, mas os números precisaram ser revistos e agora apontam
queda de quase dígitos duplos.

“O ciclo de crescimento do setor de semicondutores é definido por seis forças
inter-relacionadas: a saúde da economia global, a produção de equipamentos
eletrônicos, o equilíbrio entre oferta e procura de chips, dinheiro em caixa
das empresas, lucratividade do mercado e das empresas individualmente, além da
concorrência,” disse Dale Ford, vice-presidente da iSuppli, em comunicado para
a imprensa.

A crise financeira mundial, completou o
especialista, está gerando desafios para todas as forças que definem o
crescimento do setor de semicondutores e, por isso, “o faturamento com chips
cai fortemente em 2009”.

De acordo com o instituto, os fatores
negativos ainda podem ser mais agressivos do que o previsto, tornando a queda
do setor ainda maior.

Queda
já em 2008

O setor de semicondutores já apresentou queda em 2008. De acordo com iSuppli, dados
preliminares de outubro indicam que as compras de chips caíram fortemente no último
trimestre do ano, o que vai significar uma queda entre 3% e 4% em faturamento em
2008.

O instituto ressalta que a dificuldade das
empresas em se financiarem, além do corte de compras para manter dinheiro em
caixa, são os principais responsáveis pela queda de faturamento em 2008.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail