Home > Notícias

Seu Mac pifou por causa do apagão? Saiba o que fazer para evitar o prejuízo

Se algum equipamento tiver sido danificado durante o blackout, que atingiu boa parte do País, concessionária de energia elétrica é a responsável

Lygia de Luca, do IDG Now! *

11/11/2009 às 10h19

Foto:

O apagão que atingiu a 18 estados brasileiros na noite da terça-feira (10/11) e início da madrugada desta quarta-feira (11/11),  a partir das 22h, pode ter provocado danos a produtos eletrônicos.

Desktops ou mesmo equipamentos como iPhone ou iPod (conectados à tomada para recarregamento) podem ser afetados por esse tipo de incidente. Caso você tenha tido um problema desse tipo, saiba que a responsável pelo ressarcimento é a concessionária de energia elétrica.

De acordo com informações da Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), o usuário deve informar sobre o seu problema em até 90 dias após a data da ocorrência pelos canais de atendimento oferecidos pela concessionária da região em que mora.

A empresa precisará do nome do titular da fatura da conta de energia e dados sobre o dia e horário da ocorrência. Além disso, o consumidor terá que informar o modelo, marca do equipamento, número de série e ano de fabricação.

Prazos
"A partir do pedido do consumidor, são contados no máximo 10 dias para a empresa fazer uma vistoria do eletrônico. No caso de equipamentos usados para o condicionamento de alimentos ou medicamentos, a companhia tem um dia útil", explica Fátima Lemos, assistente de direção do Procon-SP.

Além disso, a concessionária poderá verificar as instalações no imóvel,  visita "que deve ser autorizada pelo consumidor ou empresa". A partir da vistoria, a companhia de energia tem 15 dias para analisar o equipamento e informar o resultado. Depois disso, "são até 20 dias para o ressarcimento", diz Fátima.

Se você tiver alguma dúvida sobre a quantia que receberá pelo seu equipamento danificado, a especialista conta que o valor a ser pago é atualizado. Não há riscos de você receber o equivalente que pagou pelo produto no passado.

Saiba mais sobre o  apagão e sobre indenização por danos na reportagem do IDG Now!

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail