Home > Notícias

Silvio Santos lança cartão telefônico por meio do Baú da Felicidade

Além de ligações locais de longa distância para todo o país, o cartão dá direito a prêmios e seguro por morte acidental.

Redação do IDG Now!

24/02/2010 às 13h59

Foto:

O Grupo Silvio Santos anunciou nesta quarta-feira (23/2), sua entrada no mercado de telecomunicações por meio de uma parceria entre a Baú da Felicidade Crediário e a operadora Amigo Telecom, para venda de cartões telefônicos no varejo. O grande diferencial em relação à concorrência, além da tarifa, é a quantidade de produtos agregados: Seguro por Morte Acidental no valor de mil reais, raspadinha com direito a prêmios em mercadorias (TVs, celulares, câmeras digitais etc.) e sorteio de mil reais no último sábado de cada mês, pela Loteria Federal.

"Queremos atender a todos os que foram discriminados pelas companhias telefônicas", afirma o idealizador do produto, Alan Ibrahim Chehade, gerente de produtos Serviços Financeiros do Baú da Felicidade.

A Amigo Telecom é uma operadora licenciada pela Anatel desde 2003
para atuação no mercado de voz e dados corporativos. Segundo Quaresemin,
o próprio Baú da Felicidade é cliente da operadora, que atua em todo o
território nacional. A empresa oferece interconexão local e de longa
distância com todas as operadoras de telefonia fixa e móvel para
terminação de tráfego nacional.

Disponível hoje em mais de 20 mil pontos de venda em todo o País, entre casas lotéricas, bancas de jornais e varejistas parceiros do Baú da Felicidade, o Cartão Telefônico do Baú terá cinco faixas de preço, de 3,77 reais a 11,63 reais. O de menor valor dá direito a 20 créditos para chamadas telefônicas, e o de maior valor, 70 créditos. Os valores intermediários correspondem a 30, 50,e 60 créditos. Todos têm validade de seis meses a contar da primeira ligação.

Diretores do Baú e da Amigo Telecom, operadora encarregada do serviço, evitaram entrar em detalhes, durante a entrevista, sobre a relação dos créditos com minutos de ligações. Limitaram-se a dizer que essas explicações estão detalhadas no site www.cartaotelefonicobau.com.br. Mas garantem que as tarifas são competitivas, principalmente para DDD.

"O valor do DDD é 30% menor que o de qualquer outro cartão. Para ser bem didático, quem quiser fazer uma ligação de São Paulo para qualquer estado do Norte do País falará em média três minutos usando o cartão convencional da Telefônica e sete minutos usando o cartão de menor valor do Baú", afirma o diretor da Amigo Telecom, Claudinei Quaresemin.

O cartão pode ser usado a partir de qualquer aparelho telefônico, fixo, móvel e até de orelhões. Basta que o usuário ligue para uma central 0800 para, a partir daí, fazer sua ligação. "O cartão terá uma senha e o atendimento eletrônico fará automaticamente a ligação desejada. É uma forma simples, para permitir o uso por parte do maior número possível de pessoas, das classes C e D às classes A e B", garante Quaresemin.

Os demais serviços são administrados diretamente pelo Baú. O Seguro por Morte Acidental é ao portador e tem validade de 30 dias a partir da data de ativação, feita no primeiro uso do cartão para ligações.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail