Home > Notícias

Site confirma problema com antena e condena compra de iPhone 4

Após testar aparelho em laboratório, Consumer Reports recomenda a compra do 3GS ou telefone de outra marca

PC World / EUA

12/07/2010 às 16h56

Foto:

O site “Consumer Reports” confirmou o que já se sabia sobre o iPhone 4 – tocar sua antena externa resulta em grandes problemas de recepção – mas junto com isso ofereceu uma conclusão condenatória: “Não compre este iPhone”.

O veredicto é um tapa na cara da Apple, que no começo deste mês tentou colocar o problema do telefone como uma ilusão de ótica, causado pela maneira como o aparelho exibe as barras de sinal. Antes disso, a companhia disse que segurar o iPhone 4 de determinadas maneiras pode afetar a força do sinal, mas também insistiu que, de forma geral, o smartphone possui melhor recepção do que seus modelos anteriores. Para os consumidores insatisfeitos, a Apple recomenda que segurem o aparelho de maneira diferente ou que comprem um case.

 

 

Mas isso não é o bastante para a “Consumer Reports”, que testou três iPhones 4 em sua sala de isolamento de radiofrequência. Usando um emulador de estação base para simular os sinais de torre de celular, os analistas do laboratório encontraram problemas significativos de recepção quando seguraram o aparelho pelo canto inferior esquerdo, especialmente quando o sinal já estava fraco.

Telefones com antenas internas, como o Palm Pre e o iPhone 3GS, não apresentaram os mesmos problemas de recepção. Isso é algo importante, porque a Apple afirmou que a perda de sinal quando a antena é coberta é “um fato da vida para todo telefone wireless”.

A “Consumer Reports” confirmou que cobrir a antena do iPhone 4 com material denso e não-condutor, como fita adesiva, resolve o problema, e o grupo acredita que os cases farão o mesmo. Mas apesar de ter gostado de quase todo o resto do telefone, incluindo sua tela nítida e a vídeo câmera de 720p, o site recomenda que os consumidores fiquem com um iPhone 3GS ou comprem um aparelho de outra marca.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail