Home > Notícias

Site interrompe venda de contas “hackeadas” do iTunes

Taobao, serviço online da China, afirma ter removido os anúncios de contas roubadas; criminosos cobravam 8 dólares por um crédito de 100 dólares

Macworld / Reino Unido

11/01/2011 às 10h33

Foto:

A venda de contas "hackeadas" do iTunes na China foi finalmente interrompida, uma vez que o site Taobao.com decidiu remover todas as listagens de produtos relacionadas às contas supostamente roubadas.

O Taobao, maior varejista online daquele país, com cerca de 370 milhões de usuários, afirma ter removido as listagens com os produtos ilegais após consumidores terem reportado que algumas das contas do iTunes compradas tinham sido, na verdade, roubadas.

Conforme noticiamos, muitas das contas do iTunes vendidas no Taobao permitiam que os usuários comprassem itens na loja online da Apple por preços muito baixos. Algumas anunciavam a possibilidade de comprar uma quantidade de conteúdo equivalente a 100 dólares pelo preço de apenas 55 yuans (cerca de US$ 8).

Mas um analista de segurança afirmou que as contas provavelmente foram obtidas por hackers, que teriam roubado informações de usuários norte-americanos. As contas vendidas no Taobao vinham com a recomendação para que os consumidores fizessem suas compras na loja da Apple em até 12 horas após comprar o serviço. Isso evitaria que os donos originais percebessem as cobranças e cancelassem a informação do cartão de crédito antes do pagamento.

O Taobao não soube informar quantas listagens de produtos foram removidas. Mas buscas realizadas ontem, 10/1, mostraram que centenas de anúncios relacionados às contas do iTunes foram retirados do ar. A companhia afirma ter tirado os itens para proteger seus consumidores.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail