Home > Notícias

Sites já vendem Kinect no Brasil com preços entre 500 e 850 reais

Em uma das páginas, envio do controle do Xbox 360 acontece uma semana após o lançamento nos EUA, que acontece em novembro, com preço estimado de 150 dólares.

Luiz Mazetto, PC World

29/06/2010 às 14h12

Foto:

Antes chamado de “Projeto Natal”, o Kinect, para Xbox 360, chega às lojas dos Estados Unidos apenas em 4 de novembro. Mas já é possível comprar o controle de movimentos no Brasil. Ou melhor, realizar uma "pré-compra".

Uma página do site Mercado Livre já comercializa o periférico por 850 reais, com a entrega sendo iniciada em 10 de novembro, cerca de uma semana após o lançamento nos EUA, onde, segundo a Microsoft, o preço (estimado) do controle será de 150 dólares. Como já noticiamos na PC World, o site Amazon.com também realiza a pré-venda do Kinect, com o mesmo valor divulgado pela produtora.

kinect3.jpg

Com lançamento previsto para 4/11 nos EUA, Kinect já pode ser (pré)comprado no Brasil.

 

Além do Mercado Livre, o site USA10 realiza a pré-venda do produto, com um preço mais baixo: 499,16 reais. Mas a página não especifica uma data para início das entregas do periférico, informando apenas que o mesmo estará disponível "a partir de novembro deste ano".

A Microsoft anunciou, durante a apresentação do Kinect na feira de games E3, realizada há algumas semanas nos EUA, que o periférico será lançado em todos os países onde o Xbox 360 está disponível, o que inclui o Brasil. Apesar disso, ainda não foram divulgados data oficial e preço para o lançamento nacional. Segundo a assessoria da Microsoft no país, o controle deve chegar por aqui até o final deste ano.

O periférico, que chega para inovar e rivalizar com o Wii, da Nintendo, e o também o futuro  Move, para PS3, permite controles por movimento e comandos de voz, sem a necessidade de um joystick físico, como acontece nos rivais, pois conta com uma câmera que capta todos os movimentos do usuário e os reproduz no jogo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail