Home > Notícias

Site traz imagens aéreas da cidade de São Paulo em 1958

Em homenagem ao aniversário da cidade, ferramenta online Geoportal revela primeiro registro aerofotográfico da capital paulista

Por Daniela Braun editora do IDG Now!

25/01/2008 às 15h34

sao_paulo_150.jpg
Foto:

sao_paulo_150Para comemorar os 454 anos da cidade de São Paulo, nesta sexta-feira (25/01), a empresa de mapas online Geoportal digitalizou e publicou na internet o registro aerofotográfico mais antigo da cidade, autorizado pelo Ministério da Defesa há 50 anos. A imagem aérea de 1958 nesta perspectiva é composta por 154 fotos em preto e branco e cobre 1.138 quilômetros quadrados, abrangendo parte da Grande São Paulo.

Acessando a ferramenta gratuita, os internautas podem acompanhar o desenvolvimento da cidade, como por exemplo, observar um terreno aberto, em frente ao Parque Trianon, na avenida Paulista. Neste ponto seria inaugurado, apenas dez anos depois, o Museu de Arte de São Paulo (MASP).

"Com essa onda dos mapas 3D faz muito sentido acompanhar o crescimento da cidade", afirma Wagner Pacífico, gerente de marketing e sócio da Multispectral, empresa brasileira especializada em tecnologias de mapas e localização, que administra o Geoportal. "É muito curioso reparar na ausência de prédios, na largura das ruas e no que havia no lugar da sua casa ou do seu local de trabalho há 50 anos", comenta.

A idéia de digitalizar o registro aéreo de São Paulo, segundo Pacífico surgiu no final do ano passado, e envolveu uma parceria entre a Multispectral e a empresa Base. Além de seu acervo, a filmoteca da Base detém, por determinação do Ministério da Defesa, todas as imagens aéreas produzidas por seis grandes empresas que já não existem mais.

Segundo Pacífico, a iniciativa exigiu duas semanas de trabalho e um investimento de 10 mil reais, envolvendo a digitalização de dois rolos de filmes com 23 centímetros de altura, em scanners especiais, e a adaptação para a ferramenta de localização online.

Conforme explica Pacífico, o conteúdo digitalizado resulta de uma técnica conhecida como aerofotogrametria - cobertura aerofotográfica com o objetivo de mapear uma região.

"O processo envolve, por exemplo, o registro sequencial da área sobrevoada por uma câmera de mais de um metro de altura, a adaptação das imagens que apresentam sobreposição e sua correção de acordo com a curvatura da Terra", detalha. A imagem completa, que está a disposição dos internautas, chama-se ortofoto.

O serviço de mapas, segundo o gerente de marketing, tem sido oferecido pela Multispectral desde 1989 no Brasil, ao mercado corporativo. Entre os clientes estão empresas de logística, localização de veículos, concessionárias de energia, operadoras de telefonia, além de áreas de marketing e varejo de empresas, na identificação de pontos comerciais estratégicos.

"Decidimos abrir o Geoportal ao público, em agosto do ano passado, para expandir nosso mercado, que agora se popularizou com a ajuda do Google Maps", avalia o executivo, que já pensa em presentear outras cidades brasileiras com mapas antigos na rede, em 4D.

Atualmente, o Geoportal presta serviços de localização em 2.700 cidades brasileiras, sendo que 300 também contam com imagens aéreas.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail