Home > Notícias

Smart TVs da Samsung terão serviços de vídeo sob demanda

Acordo entre fabricante e Netmovies permitirá o acesso, a partir de um app na TV, ao acervo de quase 4000 títulos do serviço de locação.

Renato Rodrigues, do IDG Now!*

29/03/2011 às 14h00

Foto:

SANTIAGO --
A Samsung anunciou nesta terça um acordo com o serviço Netmovies para que suas
TVs com acesso à internet (Smart TVs) possam acessar filmes sob demanda. A
partir de maio, esses modelos virão com um aplicativo (que também poderá ser
baixado na loja de apps da fabricante), que permitirá assistir, sem limites,
qualquer um dos atuais 4000 títulos da empresa. Quem comprar uma Smart TV
também terá a assinatura do serviço, que custa 10 reais, por três meses.

A Netmovies
também fechou um acordo que dará exclusividade à Samsung em seu serviço de
aluguel de lançamentos – hoje seu acervo só tem filmes que já passaram até na
TV aberta. Esses “blockbusters” serão oferecidos por até 6,90. “Alguns títulos
chegarão junto com a disponibilidade em DVD, outros um pouco depois”, explica
Daniel Topel, executivo da Netmovies. O aluguel desses filmes premium será por
24h ou 48h, sem limite de exibições. Para acessar esses títulos, o usuário não
precisará ser assinante da Netmovies – basta um cadastro com um meio de
pagamento, por débito automático ou cartão de crédito.

O executivo
diz que a ideia é, no futuro, oferecer também seriados, mas isso depende de
negociações com os estúdios. Hoje a empresa tem conteúdo da Warner, Disney,
Paramount, Sony, Paris Filmes e Fox.

No entanto,
para os mais exigentes, há um problema: todo o acervo atual, e mesmo os
lançamentos, só em resolução standard (SD). “Ainda não um volume de usuários com
banda larga o suficiente para fornecermos streaming em alta definição (HD)”,
explica Topel. Segundo ele, a banda mínima para a transmissão em HD é de 1,5
Mbps reais – o que exige um serviço nominal de 15 Mbps, já que as operadoras,
por lei, garantem apenas 10% da velocidade contratada. Já para o streaming SD,
150 Kbps reais dão conta.

Topel
acredita que o acordo com a Samsung ajudará a impulsionar a empresa, que vem
dobrando de tamanho, todo ano, desde 2006. “Acredito que ainda há muita demanda
no país para esse tipo de serviço, devido à comodidade”, afirma. Ele disse que
está em negociação com outras fabricantes de TVs.

O jornalista viajou a convite da Samsung

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail