Home > Notícias

Smartphone Moto Maxx chega ao Brasil com promessa de bateria de 40 horas

Com preço de R$2.200, aparelho começa a ser vendido nesta quarta, 5/11, um pouco antes dos rivais Samsung Galaxy Note 4 e iPhone 6, que chegam nos próximos dias.

Luiz Mazetto

05/11/2014 às 13h26

Foto:

A Motorola anunciou nesta quarta-feira, 5/11, durante evento em São Paulo, o lançamento do seu smartphone Moto Maxx, espécie de versão global do Droid Turbo, apresentado recentemente pela empresa nos EUA e que possui recursos muito similares ao aparelho lançado por aqui.

O Brasil, inclusive, é o segundo país no mundo a receber o novo aparelho, que terá preço de 2.220 reais por aqui, valor competitivo em relação a rivais como o Galaxy Note 4, da Samsung, e o iPhone 6, da Apple, que desembarcam no país nos próximos dias.

Bateria de sobra

Com tela Quad HD de 5,2 polegadas, o Moto Maxx tem na bateria o seu grande destaque. De acordo com a fabricante, a bateria de 3.900 mAh permite até 40 horas de uso. Além disso, o smartphone conta com o carregador Turbo Motorola, recurso que promete recarregar até seis horas de uso com apenas 15 minutos de carga.

Robusto e firme

Apesar de ficar com um design um pouco mais robusto, por causa da bateria maior, o aparelho tem uma “pegada” agradável e firme, em parte também pelo revestimento traseiro, feito com nylon balístico, material usado em malas e mochilas top de linha – abaixo do nylon, ainda há uma camada de Kevlar, usado em coletes à prova de bala, que deixa o aparelho ainda mais resistente.

Resistente

A Motorola afirma que o Moto Maxx, aliás, é resistente à água (mas não à prova d´água, o que é diferente), graças a um nanorrevestimento repelente à água. A empresa está tão confiante na resistência do aparelho que não lançou nenhum case do produto para o Brasil.

Android puro e Lollipop

Como já acontece nos outros aparelhos da Motorola, o Maxx traz Android Puro e terá upgrade para o Android 5.0 Lollipop, com lançamento previsto para os próximos meses.

Processador

Outro destaque do novo top de linha da Motorola, cuja aquisição pela Lenovo foi finalizada há poucos dias, é o processador Snapdragon 805, da Qualcomm. Em testes rápidos do IDG Now!, durante a apresentação, o Maxx foi rápido para rodar jogos diversos e realizar tarefas cotidianas, como acessar a Internet pelo browser e assistir vídeos.

Câmera e armazenamento

A câmera traseira de 21MP com capacidade para fazer vídeos em 4K também é um recurso que chama bastante a atenção.  Sem entrada para cartão micro SD, que permite expandir o espaço do aparelho, o Moto Maxx terá apenas uma versão de 64GB vendida no Brasil.

Venda

O Moto Maxx começa a ser vendido nesta quarta-feira, 5/11, na loja online da Motorola, além de quiosques da fabricante que estão espalhados pelo país. Nas próximas semanas, as principais operadoras também receberão o smartphone.

Os usuários corporativos terão de esperar mais um pouco, já que essa venda específica só deve acontecer a partir de dezembro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail