Home > Notícias

Sony anuncia baterias alcalinas livres de mercúrio

Nova bateria, que chega em setembro, inclui gás absorvente para compensar a falta de mercúrio e impedir a produção de hidrogênio.

IDG News Service/Japão

10/06/2009 às 9h53

Foto:

A Sony desenvolveu um novo tipo de bateria alcalina tipo moeda que não contém mercúrio e chega ao mercado ainda neste ano, afirmou a companhia nesta quarta-feira (10/06).

Baterias de magnésio alcalino do tipo moeda são geralmente usadas em controles-remotos, calculadoras ou outros eletrônicos portáteis. São também conhecidas como “button cell”, por parecerem com um pequeno botão.

Quando as baterias não são descartadas apropriadamente, o mercúrio presente nelas pode contaminar o fornecimento de água subterrânea e entrar no ciclo alimentar. Em quantidades suficientes, pode causar sérios problemas neurológicos e até mortes de seres humanos.

Uma pequena quantidade de mercúrio é usada nessas baterias para evitar a erosão do zinco, que ocorre com a exposição à solução alcalina da bateria e resulta na criação de gás hidrogênio dentro dela. A produção de hidrogênio poderia causar uma ruptura na bateria. Logo, o mercúrio é usado para impedir a erosão do zinco e interromper a criação do gás.

A nova bateria da Sony adiciona um gás absorvente para compensar a falta de mercúrio e impedir a produção de gás. A novidade surge quatro anos após a Sony desenvolver uma bateria de óxido de prata também livre de mercúrio.

Juntas, essas duas mudanças podem eliminar 470 quilos de mercúrio por ano na produção de baterias da companhia. O produto chega ao mercado internacional em setembro. No Japão, a unidade custará o equivalente a dois dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail