Home > Notícias

Sony aponta “Anonymous” como suspeito de ataque à rede do PS3

Companhia japonesa afirma ter indícios de que grupo poderia estar envolvido no roubo de dados da PlayStation Network

Cauê Fabiano para o IDG Now!

04/05/2011 às 15h27

Foto:

Em um post no blog oficial do Playstation, a Sony ligou o grupo Anonymous ao ataques sofrido pela empresa no final de abril, no qual dados pessoais de cerca de 100 milhões de usuários foram expostos, envolvendo as redes PlayStation Network e Sony Online Entertainment, plataforma em que rodam jogos populares como o Everquest.

De acordo com a postagem, a companhia “descobriu que os intrusos plantaram um arquivo em um dos servidores da SOE de nome “Anonymous”, com a frase “We are Legion” (“Somos legião”, em tradução livre, uma das quatro máximas dos usuários que fazem parte do grupo). O Anonymous, por sua vez, negou participação no ataque, a partir de uma mensagem postada em um dos sites do grupo, destacando que alguns de seus membros podem sim estar envolvidos, todavia, o roubo de informações não teria sido orquestrado pelo Anonymous, que,  ao final da mensagem, chama a Sony de "incompetente". O grupo ficou conhecido no fim do ano passado ao derrubar os sites da Mastercard e Visa em defesa do Wikileaks, durante a chamada Operação Payback .

No ataque cibernético, que foi classificado pela Sony como “cuidadosamente planejado, muito profissional e altamente sofisticado”, foram expostos informações como nome, endereço, pais, e-mail e data de nascimento dos usuários, além do ID dos mesmos.

Dias depois do ataque à PSN, a empresa admitiu que também houve vazamento de informações em sua rede SOE, que continha os mesmos tipos de dados sensíveis, incluindo informações sobre cartões de crédito.

Entenda o caso

No dia 26/4, a Sony anunciou
que uma  “invasão externa” à sua rede online conseguiu ter acesso aos
dados pessoais e talvez informações de senhas, histórico de compras e
até números cartão de crédito dos mais de 70 milhões de jogadores que
utilizam a rede do PlayStation 3.

O caso é tão sério que, segundo um instituto de pesquisas
especializado, o prejuízo da Sony com o vazamento desses dados poderia ultrapassar os 24 bilhões de dólares.

No dia seguinte ao anúncio, começaram a surgir relatos de gamers que
tiveram problemas com seus cartões de crédito, de acordo com os sites
como Ars Technica e VGN 365.

Ambos afirmam ter recebido um grande número de mensagens, via
e-mail, comentários e mensagens via Twitter, de leitores usuários da
PSN que dizem ter tido problemas com compras ou saques não autorizados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail