Home > Notícias

Sony Ericsson demite 2 mil pessoas e anuncia prejuízo no 1º trimestre

Com prejuízo de 293 milhões de euros no 1º trimestre e queda de 36% nas vendas, fabricante anuncia nova rodada de demissões.

Redação do IDG Now!

17/04/2009 às 10h02

Foto:

A fabricante de celulares, Sony Ericsson, anunciou nesta sexta-feira (17/04) o corte de 2 mil funcionários globalmente, como resultado da queda nos lucros da empresa no primeiro trimestre fiscal, informa uma reportagem do The Wall Street Journal.

A empresa sofreu uma perda de 293 milhões de euros (385,9 milhões de dólares) no primeiro trimestre do ano. No mesmo período do ano passado, a companhia havia gerado lucro133 milhões de euros.

As vendas da Sony Ericsson caíram 36% registrando 1,74 bilhão de euros, contra 2,7 bilhões de euros já um ano. As vendas de celulares da empresa somaram 14,5 milhões de unidades - uma queda de 40% em relação ao último trimestre de 2008, quando a empresa registrou 24,2 milhões de unidades vendias.

O corte de 2 mil do total de 10 mil funcionários, anunciado hoje, custará 200 milhões de euros à Sony Ericsson. A empresa já havia anunciado uma rodada anterior de 2 mil demissões e informou que pretende economizar 400 milhões de euros em custos operacionais em meados de 2010.

A crise econômica afetou todos os fabricantes de dispositivos móveis. A finlandesa Nokia, que lidera este mercado, com 37% de participação global, registrou uma queda de 90% em seu lucro no primeiro trimestre de 2009, em relação ao mesmo período do ano passado, e um decréscimo de 27% nas vendas de celulares.

A Sony Ericsson foi a mais afetada pela crise e perdeu participação de mercado - de 8% no quarto trimestre de 2008 para 6% nos primeiros três meses de 2009. A empresa perdeu participação em mercados emergentes como América Latina, Índia e África, informou o vice-presidente da empresa, Anders Runevad, ao Wall Street Journal.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail