Home > Notícias

Supercomputador chinês ganha ‘filhote’ de 1,1 petaflop

Construído por universidade, novo sistema baseia-se no Tianhe-1A, que já foi o mais rápido do mundo segundo a lista Top500.

IDG News Service/Pequim

11/07/2011 às 11h33

Foto:

A China construiu outro supercomputador usando a mesma tecnologia do sistema Tianhe-1A, que por algum tempo foi considerado o supercomputador mais rápido do mundo. O novo modelo, chamado Tianhe-1, tem uma velocidade máxima teórica de 1,1 petaflop (quatrilhões de cálculos de ponto flutuante por segundo). É mais lento que o Tianhe-1A, que tinha velocidade máxima de 4,7 petaflops e velocidade sustentada de 2,5 petaflops.

O Tianhe-1 entrou em operação neste fim de semana, no centro nacional de supercomputação de Changsha, na província de Hunan. Ele será utilizado para realizar simulações de previsão do tempo, ajudando na prevenção de desastres, e nos setores de fabricação de automóveis e pesquisas médicas.

Em outubro, o Tianhe-1 terá uma velocidade de pico teórica de 3 petaflops, de acordo com Lu Yutong, professor da Universidade Nacional de Tecnologia de Defesa da China, responsável pela construção da máquina. Dessa forma, ele entraria na lista Top500.org das cinco máquinas mais poderosas do mundo.

Atualmente, a quinta posição do ranking Top500 é do sistema japonês Tsubame 2.0, que tem velocidade máxima teórica de 2,2 petaflops. O líder da lista é o sistema K, também japonês, com 8,16 petaflops.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail