Home > Notícias

Suse Linux 11 é mais compatível com plataformas da Microsoft

Distribuição de Linux é compatível com plataformas .Net e Silverlight e oferece suporte nativo a arquivos do Office 2007

Redação do Computerworld / EUA

24/03/2009 às 12h08

Foto:

A última versão do Suse Linux Enterprise, lançada nesta terça-feira (24/03), tem ainda mais compatibilidade com os formatos produzidos pela Microsoft. A interoperabilidade é resultado de um acordo entre as duas empresas, firmado há dois anos e meio.

Por exemplo, as empresas que usarem o Suse Linux Enterprise 11 poderão rodar aplicativos desenvolvidos na plataforma .Net, da Microsoft, sem ter que recompilar os programas. Além disso, o novo sistema vem com o Moonlight 1.0, uma extensão para o navegador Firefox que permite ver conteúdo produzido a partir do Silverlight - plataforma de conteúdo multimídia da Microsoft criada para competir com o Adobe Flash.

A versão do Suse Linux para desktops ainda reproduz arquivos do tipo Windows Media nativamente, enquanto a versão do OpenOffice incluída abre sem problemas arquivos criados com o Office 2007. “Queremos fazer do Suse o Linux mais gerenciável a partir do Microsoft System Center”, disse Justin Steinman, vice-presidente de Soluções e Marketing de Produto da Novell, empresa responsável pelo sistema operacional.

Para este ano, a Novell aposta que a crise econômica será um fator para fazer com que as empresas aumentem a adoção de sistemas Linux. Segundo um estudo feito pela IDC, a pedido da própria Novell, 72% dos executivos de tecnologia disseram estar avaliando ou decididos a aumentar a participação em servidores Linux neste ano. No caso de desktops equipados com o sistema operacional de código aberto, 68% dos executivos disseram ser favoráveis a esses produtos.

De acordo com previsões do IDC, o faturamento com Linux vai crescer 20% por ano até 2012, saltando dos atuais 649 milhões de dólares para 1,23 bilhões de dólares. Em faturamento, a participação de mercado das diversas distribuições Linux chegará a 3,6% do mercado.

Por outro lado, em 2012 o Linux será a quarta plataforma mais popular na computação corporativa, atrás do Windows, do Unix e dos mainframes. Daqui três anos, o Windows terá faturamento de 27,4 bilhões e dominará 81% do segmento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail