Home > Notícias

Symantec aposta em antivírus mais rápido

Um dos novos recursos da linha 2009 mede o "PageRank" de arquivos no PC e compara com os dados da "multidão" de usuários do Norton.

Henrique Martin, enviado especial a Las Vegas

12/09/2008 às 20h23

Foto:

A Symantec lança no próximo mês no Brasil a linha 2009 dos seus dois produtos principais para consumidor final, o Norton AntiVirus e o Norton Internet Security. Os dois pacotes de segurança contam com novos recursos de proteção, incluindo uma que usa uma espécie de “sabedoria das massas” para proteger o PC, e tiveram grande parte do seu código reescrito do zero para melhorar problemas de desempenho.

Rowan Trollope, vice-presidente sênior de produtos de consumo da Symantec, conta que o principal foco da desenvolvedora de software foi melhorar a performance do aplicativo, de um modo que se tornasse perceptível ao usuário a mudança.

“Percebemos que muitos consumidores começaram a desligar seus programas de segurança porque eles deixavam o PC lento”, afirmou Trollope. “A nova versão do nosso software reduz dramaticamente esse problema. A instalação, mesmo em sistemas mais antigos com Windows XP, leva menos de um minuto e é feita com um clique apenas”, conta. “Antes, eram quatro minutos e oito cliques.”

A Symantec diz ainda que os pacotes de segurança agora consomem também menos tempo de boot e usam menos memória. Para “provar” isso, o software agora conta com um monitor integrado ao Windows que mostra um gráfico com o desempenho do sistema – incluindo o uso de CPU e de memória, tanto pelo sistema operacional quanto pelo software da Symantec.

Mas Trollope fica particularmente exaltado ao citar o novo recurso Norton Insight, presente nos dois aplicativos. Em resumo, o Insight varre os arquivos instalados no seu computador e usando uma espécie de “sabedoria da multidão”, verifica quais arquivos existem em comum entre a máquina do consumidor e os PCs dos demais usuários do Norton.

++++

“Com isso, você não precisa fazer a varredura do mesmo arquivo que consideramos seguro toda vez que vai fazer uma verificação no micro”, explica. “E isso diminui o tempo do processo, já que, em média, três em cada quatro arquivos não precisam ser verificados de novo”.

Trollope diz que a Symantec desenvolveu para o Norton Insight um algoritmo “muito parecido” com o que o Google usa para determinar a relevância de websites com seu PageRank. “Só que em vez de relevância, usamos a prevalência de arquivos. Cada um deles tem uma espécie de impressão digital. Se ela nunca muda, não precisa varrer de novo. Se sair um update de software, por exemplo, e o arquivo do Office mudar, ele será verificado toda vez até que todos os usuários tenham a atualização e a prevalência do arquivo vá para a lista de não-verificar”, conta.

Além da melhoria em desempenho e a varredura pelas multidões, a Symantec afirma ainda que o Norton Internet Security e o Norton AntiVirus2009 contam com melhor atualização da base de dados (uma vez a cada cinco minutos) e uma política de interrupção zero ao usuário -  sem enviar alertas durante um filme ou apresentação.

Os produtos serão lançados no Brasil em outubro, e a versão em inglês pode ser baixada no site da Symantec. Os produtos também contam com suporte técnico gratuito via telefone e os usuários de versão 2008 podem atualizar sem custos o software para a 2009, que funcionará até o fim do período da licença de uso do consumidor.

O Norton 360, outro pacote de segurança da Symantec, terá os novos recursos de desempenho integrados na próxima versão, prevista para março do ano que vem.

Henrique Martin viajou a Las Vegas a convite da Symantec.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail