Home > Notícias

Tablet com chip Broadwell é mais fino que o iPad Air e mais rápido que um PC

Protótipo demonstrado pela Intel durante a feira Computex em Taiwan é uma amostra de como poderão ser os PCs num futuro próximo.

Agam Shah, PCWorld EUA

09/06/2014 às 12h50

TabBroadwell_Abre-520px.jpg
Foto:

Depois de testar o primeiro protótipo produzido pela Intel, podemos dizer que o futuro de tablets rápidos e ultra-finos equipados com os processadores “Broadwell” parece promissor.

Durante a Computex em Taiwan, na semana passada, tivemos a oportunidade exclusiva de experimentar, embora por um período curto de tempo, um tablet finíssimo de codinome Llama Mountain, baseado em um processador Intel Core de quinta-geração ainda não disponível no mercado. O tablet estava completamente funcional e rodando o Windows 8, e não era o típico “dummy” (um modelo não funcional) comumente mostrado em muitos eventos para a imprensa.

Com 7,2 mm de espessura, o tablet é mais fino que o iPad Air, que tem 7,5 mm. E considerando a tela de 12,5 polegadas, ele também pareceu extremamente leve nas mãos, com um peso de apenas 670 gramas. Compare com o peso do Surface Pro 3, que tem uma tela de 12 polegadas e pesa 800 gramas.

Mas este produto não será vendido aos consumidores. Ele é um protótipo desenvolvido pela Intel para apresentação aos fabricantes de PCs, que podem criar produtos baseados no mesmo design (no jargão da indústria isso é um “design de referência”). A Intel está persegundo agressivamente o mercado de tablets, e tentando rejuvenescer um mercado de PCs em constante declínio.

O Llama Mountain é baseado em um processador Broadwell Y, que no mercado será conhecido como Core M, uma nova marca para chips de baixo consumo que está sendo introduzida pela Intel. O processador foi produzido usando um processo de 14 nanômetros, o estado da arte na manufatura de chips, que permite criar componentes menores e com menor consumo de energia. Mas a Intel não pode estimar qual a autonomia de seu tablet.

Havia apenas alguns softwares básicos instalados no tablet, mas eles abriam em um piscar de olhos. Mapa, Email, Previsão do Ttempo e Notícias foram carregados sem espera. À primeira vista, o tablet definitivamente pareceu mais rápido que qualquer outro PC que já usamos, incluindo máquinas com os atuais processadores Intel Core de 4ª geração, de codinome Haswell.

TabBroadwell_Teclado-580px
O tablet "Llama Mountain" acoplado a um teclado

O tablet da Intel tinha bordas afiladas e um único conector USB 3.1 na base que pode ser usado para recarregar a bateria. Outros conectores permitiam a conexão a uma base com teclado, que me pareceu sólida porém extremamente fina. Por causa do teclado, a Intel também apresenta a máquina como um “PC Completo”.

Por fim a tela, um dos componentes mais importantes em um tablet, era nítida e com excelente ângulo de visão da imagem, mesmo sob a luz direta.

Mas em um cenário mais amplo este protótipo, que se parecia com um tablet ou híbrido comum, representa o quão finos os PCs completos poderão ser em um futuro próximo. Os fabricantes poderão reduzir a espessura da atual geração de híbridos pela metade e ao mesmo tempo aumentar o desempenho geral.

TabBroadwell_Lado-580px
Visão lateral do "Llama Mountain". O tablet tem apenas 7,2 mm de espessura

Fabricantes de PCs como a Dell demonstraram na Computex híbridos de tablets e notebooks com 18 a 20 mm de espessura, e eles são pesados demais para que possam ser usados como tablets em tempo integral. Mas ao projetar um produto para o consumidor os fabricantes terão de decidir por portas como DisplayPort e HDMI, que podem não caber em tablets tão finos quanto o Llama Mountain, o que resultará em um produto com maior espessura.

O mais importante é que o tablet é um sinal positivo de que a Intel já tem prontas versões para dispositivos móveis dos processadores Broadwell, cujo desenvolvimento sofreu atrasos. A empresa não anunciou uma data específica para entrega dos chips aos fabricantes, mas diz que produtos baseados nele estarão no mercado em tempo para a temporada de compras no final do ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail