Home > Notícias

Tablet da Microsoft: rival do iPad ou apenas mais um Zune?

Empresa anunciou evento para hoje (18/6) no qual pode apresentar tablet próprio; lançamentos fracassados colocam sucesso do aparelho em xeque

Ian Paul, PCWorld/EUA

18/06/2012 às 13h04

Foto:

A Microsoft tem um “grande anúncio” planejado para hoje (18/6), quando a companhia provavelmente deve anunciar seu próprio tablet, de acordo com diversos sites e rumores. As especulações têm aumentado bastante, principalmente porque a fabricante do Windows chamou a imprensa para o evento. 

Rumores anteriores apontavam que a companhia de Redmond exibisse tablets com de seus parceiros fabricantes de hardware rodando Windows RT, a versão do Windows 8 para chips ARM. Não está claro se o lançamento do aparelho realmente está marcado para hoje, entretanto a Microsoft deve passar uma boa quantidade de tempo exibindo seu próprio tablet, de acordo com o The Wrap

Se a empresa realmente anunciar seu tablet, não fica claro quando o dispositivo chegará ao mercado ou qual versão do Windows estará rodando. Tudo indica que seja um tablet com Windows 8, já que qualquer tipo de dispositivo touch com mouse, teclado e rodando Windows 7 dificilmente causará empolgação nos usuários. Porém, qualquer tablet com a nova versão do sistema operacional da companhia não deve chegar às prateleiras imediatamente, já que o Windows 8 é esperado por volta de outubro. O blog AllThingsD, do jornal Wall Street Journal, afirma que serão exibidos no evento dispositivos tanto com processadores ARM quanto Intel. 

Um grande adversário à frente
Inicialmente desprezados como apenas uma moda passageiras, tablets são um dos dispositivos mais populares entre os consumidores - bom, não necessariamente todos. O iPad é o aparelho mais popular que você pode comprar, e diversas outras companhias estão na cola da Apple em busca de uma parcela desse mercado. 

Um levantamento recente da empresa de publicidade online Chitika apontou que mais de 90% do tráfego web de tablets é oriundo do iPad, o que inspira ainda mais a acreditar que um tablet próprio da Microsoft seria uma investida direta contra a Apple. Assim como sua rival de longa data, a companhia de Redmond procura oferecer um aparelho no qual possa controlar tanto o hardware quanto o software, para oferecer uma melhor experiência de usuários. 

Tire suas mãos daí, Microsoft!
A Microsoft já provou algumas vezes de que não é uma boa empresa para fabricar e vender seus próprios aparelhos, com exemplos de grandes falhas como o tocador de música Zune e o feature phone Kin; esses podem ser aparelhos bem desenhados, contudo pouquíssimas pessoas acabaram comprando, em relação aos dispositivos concorrentes. Sim, a Microsoft possui sucessos de venda como o Xbox, Xbox 360 e o Kinect, porém um bom desempenho no mercado de consoles de games não torna a companhia hábil a competir com o iPad. 

Certamente falta um forte concorrente poderoso para  a Apple, já que os tablets Android falharam ao desafiar o iPad - sendo assim, os tablets com Windows 8 podem ser a resposta, já que eles oferecem uma experiência totalmente diferente. Todavia, visto o histórico da companhia no mercado de dispositivos próprios, talvez seja melhor deixar essa missão nas mãos de seus fabricantes parceiros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail