Home > Notícias

Tablets já roubam público da TV, diz pesquisa

Levantamento feito com 1.400 pessoas mostra que 34% dos entrevistados já passam mais tempo na frente do iPad do que do televisor. Mais de 50% já aposentaram o rádio

PC World/EUA

15/04/2011 às 14h54

Foto:

Fabricantes de computadores, equipamentos de vídeo e consoles de videogame: podem se preocupar. Uma pesquisa realizada pela  AdMob, da Google, mostra que há um novo “devorador de tempo" na área: os tablets. Depois de um ano do lançamento do iPad da Apple, o estudo da AdMob a respeito do uso de tablets revelou que esse tipo de dispositivo roubou para si uma importante parcela em todo tipo de consumo de mídia. Ou seja, as pessoas estão passando menos tempo, por exemplo, na frente da TV para poderem "brincar" com seus tablets.

Já é possível perceber o resultado nas previsões de compras. As vendas globais de laptops encolheram, com a penas 1% de crescimento no primeiro trimestre de 2011, assim como também cai o interesse por consoles e PCs. A DisplaySearch prevê que as encomendas de netbooks cairão 20% por ano, progressivamente.

De acordo com o estudo, 77% das pessoas consultadas disseram passar menos tempo no desktop ou notebook desde que compraram um tablet, 28% dos usuários dizem que o equipamento já é considerado seu computador primário e 68% afirmaram que passam uma hora ou mais no dispositivo todos os dias. 

 

ipad390b

Usuários estão usando menos o computador e passando mais tempo no tablet

Se essa curva de adoção continuar, poderemos ver equipamentos como o iPad da Apple (ou mesmo rivais como o Motorola Xoom e o BlackBerry PlayBook, da RIM) engolindo uma parte considerável do tempo destinado ao mercado de TVs,  videogames, desktops, laptops, e-books e players de música.

O levantametno, feito com cerca de 1.400 pessoas, mostra que boa parte dos entrevistados passa mais tempo no tablet do que vendo televisão (34%), do que usando seus desktops ou notebooks (43%) ou do que utilizando smartphones (41%). No caso do rádio, 52% já deixaram o equipamento para trás, por conta do novo "brinquedinho".

Games predominam no tipo de uso, mas os usuários também gostam do tablet para navegar na web, checar e-mails, ouvir músicas e curtir vídeos, para leitura e compras. Sem grandes surpresas, as velhas mídias estão sendo abatidas, com mais da metade dos cidadãos pesquisados respondendo que passam mais tempo no tablet do que lendo livros ou ouvindo rádio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail