Home > Notícias

Tecnologia da Imagination Technologies promete jogos mais bonitos nos smartphones

GPU PowerVR GR6500 traz tecnologia de Ray Tracing, que facilitará a criação de efeitos como sombras e reflexos ainda mais realistas.

Agam Shah, IDG News Service

19/03/2014 às 17h14

PowerVR_RT-435px.jpg
Foto:

Jogos mais vívidos com sombras, luzes e reflexos mais realistas podem chegar aos iPhones e outros dispositivos móveis num futuro próximo, quando uma tecnologia em gráficos anunciada pela Imagination Technologies chegar ao mercado.

A tecnologia se chama “Ray Tracing”, e envolve a geração de imagens fotorealistas traçando precisamente os caminhos de cada raio de luz que ilumina os objetos em uma cena e sua interação com eles, diz James McCombe, um diretor de pesquisa na Imagination Technologies. A empresa, que projeta as GPUs usadas no iPhone e em vários outros smartphones e tablets, apresentou nesta terça-feira a GPU PowerVR GR6500 para dispositivos móveis, que inclui suporte a Ray Tracing.

Ray Tracing permitirá que os jogadores usem o reflexo na superfície de uma janela do cenário para ver se há um inimigo por perto, o que pode ser útil em um jogo de tiro. A tecnologia também aprimora elementos como sombras. Ray Tracing é uma técnica normalmente reservada para PCs equipados com GPUs poderosas, mas a Imagination conseguiu adaptá-la para os chips de baixo consumo usados em dispositivos móveis.

Modelando a luz

Ray Tracing vem sendo alvo de pesquisas há décadas, e as empresas tem tido dificuldade ao implementar a tecnologia em GPUs. Com a quantidade de pixels e efeitos visuais nos jogos atuais, é necessário muito poder de processamento para calcular os movimentos dos objetos, mudanças nas cenas e na iluminação. Ray Tracing envolve cálculos pesados para acompanhar precisamente o caminho e comportamento da luz na cena, mas o mecanismo da Imagination foi projetado para responder a esse desafio computacional e tornar o processamento mais eficiente em termos de consumo de energia.

Nos games atuais, efeitos como sombras realistas de alta qualidade são criados usando técnicas trabalhosas e que exigem muito poder de processamento da GPU, diz Luke Peterson, diretor de pesquisa e estratégia na Imagination.

“Ao permitir que os jogos em dispositivos móveis usem Ray Tracing para estes efeitos, temos como resultado um jogo mais bonito, que é mais fácil de desenvolver e que consome menos largura de banda na GPU, o que resulta em menor consumo de energia durante o jogo”, disse Peterson.

Os desenvolvedores serão capazes de criar jogos mais leves em um período muito mais curto, diz McCombe, que afirma que criar efeitos de luz e outros truques visuais se torna mais fácil.

“Os desenvolvedores poderão parar de fazer um monte de trabalho de pré-cálculo, já que tudo poderá ser feito em tempo real”, diz McCombe.

Integração com Unity 5

A tecnologia de Ray Tracing da Imagination foi integrada à popular ferramenta de desenvolvimento de jogos Unity 5, que também foi anunciada durante a Game Developers Conference. A Unity é a ferramenta mais popular para a criação de jogos para dispositivos móveis.

Assim como a ARM, a Imagination Technologies não produz chips, mas licencia os projetos de suas GPUs a fabricantes de chips que por sua vez os integram a processadores e SoCs (System on a Chip, Sistema em um Chip) usados nos aparelhos. Apple e Intel são duas das empresas que licenciam a tecnologia da Imagination.

A PowerVR GR6500 tem 128 núcleos agrupados em 4 clusters de 32 shaders cada, e desempenho de 300 Gigaflops com clock de até 600 MHz. Pode processar até 300 milhões de raios por segundo em Ray Tracing e 100 milhões de triângulos dinâmicos por segundo. A GPU está sendo demonstrada durante a Game Developers Conference, evento sobre games que acontece nesta semana em San Francisco, nos EUA.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail