Home > Notícias

Tecnologia Samsung pode baratear discos de estado sólido (SSD)

Aprimoramento dos processos de fabricação podem levar empresa a produzir SSDs de três camadas com 64 GB no 1º semestre de 2009.

IDG News Service/EUA

09/12/2008 às 9h22

Foto:

A Samsung está atualizando sua tecnologia de produção de memórias flash e seus processos de fabricação, o que pode levar à queda de preços de drives de estado sólido (SSDs), cada vez mais utilizados em laptops e mini-notebooks.

Muitos SSDs utilizados em laptops contêm chips de memória flash baseados em células multi-level (MLC), que armazenam bits de dados de múltiplos níveis em cada célula.

Samsung está tentando colocar três bits de múltiplos níveis nas células, um upgrade de mais de dois bits por célula, disse a empresa nesta segunda-feira (08/12).

A Samsung introduzirá um SSD de três bits de 64 GB no primeiro semestre de 2009, a partir de um novo processo tecnológico, afirmou Tae-Sung Jung, vice-presidente sênior de planejamento de produtos e da equipe de engenharia de aplicações, durante a Samsung Tech Fórum em São Francisco.

O SSD será fabricado pelo processo de 30 nanômetros, em vez do processo atual de 42 nanômetros, o que pode baratear os chips de memória flash.

A Samsung anunciou no mês passado que havia iniciado uma produção em massa de SSDs de 256 GB, que têm células de dois bits e serão utilizados em laptops nos próximos meses.

O principal objetivo da empresa é reduzir os custos de fabricação de memória flash para diminuir seus preços, afirmou Jim Handy, diretor da consultoria de semicondutores Objective Analysis. Por exemplo, um SSD de três bits com 1 GB requer menos células integradas, o que poderia reduzir os custos de fabricação e diminuir os preços aos consumidores.

Isso poderia conduzir a uma ampla adoção dos SSDs, apontou Handy. A adoção tem sido dificultada, em partes, devido aos altos preços e à menor capacidade de armazenamento em relação aos discos rígidos.

Os SSDs irão eventualmente substituir os discos rígidos, afirmou Woosik Chu, vice-presidente executivo da Samsung, acompanhando a explosão de vendas dos mini-notebooks, também conhecidos como netbooks.

O MacBook Air de 1,86 GHz da Apple é vendido com um drive de estado sólido de 128GB. O SSD também é oferecido a preços entre 500 dólares a 700 dólares para serem adicionados ao MacBook Pro e aos novos modelos de MacBook.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail