Home > Notícias

Tenha Windows 7 e Linux no Mac com o Parallels 5

Programa de virtualização para computadores da Apple cria até oito máquinas virtuais e traz mais de 70 novos recursos para melhorar facilidade de uso e rapidez

Macworld/EUA

04/11/2009 às 11h50

Foto:

A Parallels lança hoje (4/11) o programa de virtualização para Macs Parallels Desktop 5. O software permite que outros sistemas operacionais, como o Windows e Linux, sejam executados em computadores Mac que utilizam processadores Intel.

A versão 5 do programa inclui mais de 70 novos recursos destinados a deixar o sistema mais rápido e inteligente. O recurso Aero do Windows Vista e Windows 7, que antes não podia ser executado pela baixa performance do aplicativo, agora funciona.

Segundo a empresa, o Parallels Transporter promete acelerar e facilitar a transformação de um PC em máquina virtual independente. Houve melhorias na velocidade de transferência de arquivos via USB e o Parallels Compressor passa a ser executado em segundo plano para otimizar o desempenho da máquina virtual.

Outra novidade é o modo de exibição Crystal, que basicamente faz desaparecer o sistema operacional Windows – o ícone na barra de Dock e a troca de aplicativos foi substituída por um ícone na barra de menus. Clique sobre esse ícone para exibir o  iniciar do Windows. Uma pasta na barra Dock dá acesso aos programas do sistema da Microsoft. Outro modo de exibição é o MacLook, que muda a interface das janelas dos programas do Windows para ficaram parecidas com as usadas no Mac OS X.

143638-parallels5-screen_original.jpg

Modo de exibição Crystal esconde ícone do Parallels na barra de Dock. Um novo ícone na barra de menu dá acesso ao iniciar do Windows

O Parallels Desktop suporta comandos usados nos trackpads dos MacBooks. É possível regular o nível de zoom em documentos do Word do Windows com o gesto de pinça, por exemplo. O usuário também consegue copiar e colar textos formatados e imagens não só entre Mac e Windows, mas com o Linux também. O suporte a múltiplos monitores foi melhorado, tornando mais fácil utilizar programas do Windows e Linux em dois ou mais monitores.

De acordo com a Parallels, a nova versão oferece performance gráfica sete vezes melhor em jogos e outras aplicações 3D, graças à configuração do acelerador gráfico OpenGL 2.1. O Parallels suporta até CPUs virtuais, em versões de 64bits do Windows e do Mac OS X Server.

Atualmente, o programa está disponível em cinco idiomas: inglês, alemão, francês, italiano e espanhol. Não há previsão para o português do Brasil nos próximos lançamentos.  Usuários que compraram a versão anterior do Parallels após o dia 1/10 podem fazer a migração gratuitamente.

O Parallels Desktop 5 já está a venda por 80 dólares, ou 50 dólares, caso o usuário tenha sua versão anterior para atualização. O programa funciona nos sistemas Leopard e Snow Leopard.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail