Home > Notícias

Termos como “tweet”, “app” e “sexting” são banidos por universidade

Em sua 35ª edição, lista anual de termos proibidos de universidade norte-americana inclui palavras populares na web.

Redação do IDG Now!

04/01/2010 às 12h25

Foto:

A Universidade Estadual do Lago Superior (ISSU, em inglês), de Michigan, Estados Unidos, incluiu novos termos da internet em sua lista anual de proibição de palavras – entre eles estão “tweet” e “app”.

Com o ano novo, a lista chega à 35ª edição, proibindo 15 novos termos e palavras. A tradição segue desde 1975: no final de cada ano, a universidade analisa os piores termos do ano anterior e lança a proibição para o ano seguinte.

O Twitter se destacou na lista: além do termo “tweet”, todas as variações de palavras do serviço de microblog foram proibidas, tais como “retweet”, “mistweet” e “tweetin”.

A abreviação popular para aplicativos, “app”, também entrou na lista. Alguns dos encarregados da decisão pareceram irritados com mais uma abreviação em suas vidas, enquanto outros disseram que já existem várias palavras (como “programa”) para o mesmo conceito.

Outra palavra proibida foi a “sexting”, que se trata do envio de mensagens de texto com conteúdo erótico. Por fim, a universidade baniu o uso da palavra amigo – e derivados – como verbo.

A lista completa dos termos e palavras proibidos pode ser acessada no site oficial da ISSU.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail