Home > Notícias

Testamos o novo iMac Core i5 de 27 polegadas

Lançado esta semana pela Apple, desktop com chip de 3,1 GHz foi bem em comparativo com antecessores, com resultados até 67% melhores em testes

Macworld / EUA

04/05/2011 às 12h37

Foto:

Na última terça-feira (3/5), a Apple atualizou sua linha de iMacs, que agora possuem processadores Intel Sandy Bridge e entradas Thunderbold. O Macworld Lab está com todos os quatro novos modelos e já temos os resultados para o modelo mais completo de todos: com tela de 27 poelgadas e processador de 3,1 GHz (7.399 reais no Brasil e 1.999 dólares nos EUA).

E os resultados são animadores, uma vez que ele superou os iMacs de configuração padrão da última geração, além de alguns impressionantes modelos personalizados (built-to-order ou BTO) que já havíamos testado. Esse novo modelo mais completo possui um processador Core i5 quad-core de 3,1 GHz, HD de 1 TB e placa gráfica AMD Radeon HD 6970M com um 1GB de memória de vídeo.

O nosso pacote de testes gerais de desempenho de sistemas, Speedmark 6.5, mostra que esse novo sistema da Apple é 16% mais rápido que o modelo mais completo da última geração, um iMac de 27”, que traz um Core i5 quad-core com HD de 1TB e placa gráfica ATI Radeon HD 5750 com 1GB de RAM dedicado (a Apple considerava esse um modelo built-to-order, mas sua loja online não, por isso o tratamos como um modelo de configuração padrão).

Em nosso teste de codificação do iTunes, o novo iMac foi 22% mais rápido que o recém-citado modelo de 27” e 2,8 GHz. O modelo mais recente também foi 18% mais rápido no teste com o app Handbrake, 20% mais rápido com o teste gráfico do Cinebench, 21% mais rápido no teste de CPU do Cinebench, e 16% mais rápido no MathematicaMark.

novoimac01.jpg

Novos iMacs possuem preços a partir de 3.999 reais no País

A exemplo do modelo mais antigo de 27” e 2,8 GHz, todos os novos iMacs de configuração padrão suportam o Turbo Boost, o que pode dar maior poder de processamento para os núcleos individuais, quando necessário. E também como o iMac mais completo da geração anterior, os novos modelos padrão não possuem a tecnologia Hyper Threading, que apresenta o sistema com dois núcleos virtuais para cada núcleo físico.

Ao comparar o novo sistema com os modelos BTO do ano passado, encontramos menos diferenças em termos de desempenho. Apenas dois pontos do Speedmark separam o novo iMac Core i5 de 3,1 GHz do iMac Core i7 quad-core de 2,93 GHz. Assim como todos os iMacs de 2010, esse último modelo de 2,93 GHz não usa processadores Sandy Bridge, mas possui suporte para Hyper Threading e Turbo Boost. Em aplicativos como o Cinebench e o MathematicaMark, que podem aproveitar os oito núcleos virtuais, o modelo BTO de 2,93 GHz superou o novo iMac de 3,1 GHz.

imacteste400.jpg

Outro modelo personalizado de 2010, um iMac de 27” e Core i5 de 3,6 GHz, utilizava um processador dual core com maior velocidade de clock. Em termos de desempenho geral, o novo iMac Core i5 de 3,1 GHz superou esse modelo BTO de 3,6 GHz em 14%. J

Já em aplicativos que fazem uso eficiente de quatro processadores (Cinebench, Mathemactica e Handbrake), o novo iMac foi dominante, com resultados mais rápidos em todos eles: 35%, 67% e 42%, respectivamente. Em muitas tarefas um processador mais rápido é uma boa vantagem, como pode ser visto ao compactar e descompactar pastas e ao abrir documentos Word no programa Pages.

Em comparação com o MacBook Pro de 15” e Core i7 quad-core de 2.2GHz, o novo iMac de 3.1GHz foi 10% mais rápido de forma geral e alguns segundos mais rápido em quase todos os testes individuais de aplicativos.

Já quando colocado ao lado de um recente Mac Pro de 3,33 GHz com 8GB de RAM, o iMac ficou para trás – o Mac Pro foi cerca de 15% mais rápido de forma geral. O iMac conseguiu ser um pouco mais rápido em testes gráficos e teste de codificação com o iTunes, mas foi consideravelmente mais lento na maioria das tarefas, especialmente com o MathematicaMark e o Cinebench.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail