Home > Notícias

Testamos: OnePlus 6T é o Android premium acessível que esperávamos

Mas afinal, vale a pena o investimento de US$ 579? Desempenho impressiona, mas há aqui algumas desvantagens a se considerar

Michael Simon, PCWorld (EUA)

20/11/2018 às 11h00

Foto: Christopher Herbert/IDG

O OnePlus 6T foi um dos últimos lançamentos do Android em 2018. Ele poderia ter sido vítima do Samsung Galaxy Note 9, do LG V40 ThinQ, do Google Pixel 3 ou do Huawei Mate 20 Pro, mas ele conseguiu chamar a atenção entre todos os topos de linha com recursos e especificações competentes e, claro, competitivas. Detalhamos essas especificações abaixo.

Design

Os últimos quatro telefones OnePlus aumentaram significativamente o tamanho do ecrã, saindo de 5,5 polegadas no 5 para 6 no 5T e de 6,28 polegadas no 6 para 6,4 polegadas no 6T.

O OnePlus 6T inclui um notch na parte superior da tela, mas é um dos menores do mercado – um pequeno recorte de gota que mal é grande o suficiente para a câmera. Os painéis também encolheram, dando ao 6T uma das mais altas proporções entre tela e corpo e um design verdadeiramente imersivo que rivaliza com o iPhone XS na estética.

Na parte de trás, o 6T parece o mesmo que o 6, com um conjunto de câmeras alinhadas verticalmente contra um pedaço limpo de vidro fosco ou brilhante. As cores "Midnight" e "Mirror-black" retornaram, além do smartphone ter uma nova cor, chamada "Thunder Purple".

Ela é mais escura que o lilás da Samsung e fica totalmente escura no topo, lembrando um pouco o brilho em torno de um relâmpago (daí o nome). Os lados do telefone seguem o mesmo gradiente, então o botão liga / desliga é roxo, mas o controle deslizante de alerta é preto. Há também uma sutil curva "S" no meio quando atinge a luz certa

Biometria

O sensor de impressão digital voltou para a frente, sob a tela, tornando-se um dos telefones de maior perfil a adotar essa nova tecnologia.

A tecnologia do sensor ainda é óptica, por isso precisa de uma luz para funcionar. Configurá-lo pela primeira vez é absolutamente empolgante, pois o sistema solicita virar o dedo no visor enquanto aprende os contornos da impressão digital.

Mas também se parece muito com um sensor de primeira geração, o que é um pouco retrocesso. Sem uma área definida para colocar o dedo, é fácil perder o sensor na primeira tentativa. O OnePlus oferece desbloqueio facial também, mas não é nem de perto tão seguro.

Potência e desempenho em exibição

A tela OLED de 6,4 polegadas ainda é 1080p, mas é tão nítida e vibrante quanto as telas 1440p no Pixel 3 XL e no Galaxy Note 9. O 6T é também carregado com as especificações de nível superior:

Processador: Snapdragon 845

RAM: 6 GB / 8 GB

Armazenamento: 128 GB / 256 GB

Bateria: 3.700mAh

Câmera traseira: 16MP dupla, OIS, f / 1.7 + 20MP, f / 1.7

Câmera frontal: 20MP, f / 1.7

Mas há desvantagens. Ainda não existe o carregamento sem fio ou a resistência à água e, desta vez, a One Plus removeu o conector de fone de ouvido (embora inclua um adaptador USB-C para 3,5 mm na caixa). Por outro lado, o OnePlus adicionou algumas horas extras de miliamperes à bateria e, assim como o 6, é mais do que capaz de alimentar na maioria dos dias.

Enquanto o nível de entrada 6T custa US$ 20 a mais do que o 6, ele oferece duas vezes mais espaço de armazenamento, o que acarreta um prêmio de US$ 50 em comparação ao S9 e custa US$ 100 extra no Pixel 3 XL. Também é possível aumentar a RAM para 8 GB por apenas US$ 30 a mais. Essa configuração de US$ 579 é a única oferecida na cor Thunder Purple, mas é a melhor combinação possível de armazenamento e RAM. Quem realmente precisa de 256 GB de armazenamento, pode obter isso em qualquer uma das variedades de preto, mas 128 GB deve ser suficiente para a maioria das pessoas.

O OnePlus faz as coisas de forma um pouco diferente do Google, e a navegação de gesto sem botões da 6T pode ser um pouco confusa. Mas o fato de que o OnePlus 6T é um dos únicos telefones a suportar a versão mais recente do Android é um bom presságio para futuras atualizações. O OnePlus raramente esteve na linha de frente quando se trata do software mais recente, então talvez isso seja um sinal de que está virando uma nova página.

Para aqueles que irão aos Estados Unidos e busquem pelo aparelho por lá, o 6T será vendido nas lojas da operadora T-Mobile, marcando a primeira vez que um telefone OnePlus será vendido em qualquer loja de varejo dos EUA.

Câmera

As câmeras sempre foram o elo mais fraco da OnePlus e isso não mudou muito com o 6T. O hardware é idêntico - até os sensores Sony IMX -, mas o OnePlus aprimorou seu processamento de imagens para compensar.

Mais notavelmente, há um novo modo noturno que aumenta o brilho em cenas ultra-escuras. É como Night Sight no Pixel 3 XL, embora não seja tão bem sucedido. Onde havia luz disponível, o OnePlus tendia a apagar detalhes com muita exposição, e se esforçava para tirar imagens reconhecíveis ao fotografar na escuridão intensa. Ainda assim, é uma melhoria definitiva em relação ao modo automático padrão.

Em outros lugares, o OnePlus 6T ainda se comporta como uma câmera de médio porte. As fotos não são tão boas quando as do Pixel 3 XL ou do Note 9. O usuário pode argumentar que esses telefones custam muito mais, mas isso é um problema, já que OnePlus está se posicionando como um telefone premium a um preço acessível.

Vale a pena comprar o OnePlus 6T?

Há muito o que gostar no OnePlus 6T. Ele tem as melhores especificações do núcleo de silício em um telefone Android, uma tela excelente, um design fantástico e um método de desbloqueio de última geração muito legal. Custa centenas de dólares menos do que seus pares Snapdragon 845. E a nova cor roxa é linda.

Mas enquanto o OnePlus 6T bate acima do seu peso quando se trata de energia bruta, ele ainda fica aquém das coisas que tornam premium os telefones Android. Não tem carregamento sem fio nem resistência à água e sua câmera não é tão boa. Estas são todas as coisas que alguém que compra um telefone de US$ 550 pode ignorar, mas o OnePlus quer ser conhecido como um telefone premium acessível, não um poderoso telefone econômico, então essas coisas são importantes.

 

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail