Home > Notícias

Teste de resistência de notebooks na Índia evolve pisar no portátil

Vídeo da agência indiana mostra que pessoas com mais de 80kg subem nos equipamentos para testar sua durabilidade.

IDG News Service/Índia

02/07/2008 às 11h30

Foto:

A agência Electronics Corporation of Tamil Nadu (Elcot) adotou um método pouco convencional para testar os notebooks que pretende distribuir a estudantes do Estado de Tamil Nadu, no Sul da Índia: andar sobre as máquinas.

O teste consiste em colocar o laptop no chão e pedir que pessoas pesando mais de 80 quilos subam no portátil. Em seguida, o técnico reinicia a máquina e verifica se continua em bom funcionamento.

Somente os laptops que passam no teste de resistência sem danos podem participar do leilão para a oferta dos portáteis, afirma a Elcot. A agência do governo presta serviços de tecnologia ao Estado de Tamil Nadu.

Em um vídeo no YouTube, a Elcot demonstra o que apelidou de "teste de caminhar sobre o fogo", no qual um homem pesando 92 quilos e outro pesando 85 quilos andaram sobre notebooks das marcas Acer e Dell.

A Elcot iniciou um programa para ofereter laptops de baixo custo a estudantes de Tamil Nadu. A idéia do teste é assegurar que as máquinas sejam resistentes ao uso em diversos ambientes e sejam a prova de arranhões.
++++
Os laptops oferecidos por meio do programa têm garantia de três anos, incluindo componentes. As baterias, entretanto, têm garantia de um ano.

"Nós submetemos qualquer laptop que compramos, mesmo para uso interno, ao teste de andar sobre o fogo", explica C. Umashankar, diretor da Elcot. "Você encontra fornecedores oferecendo plásticos de baixa qualidade."

A Elcot espera adquirir um lote de 100 mil laptops de baixo custo nos próximos 15 dias, disse Umashankar. A máquina será oferecida por 490 dólares (20 mil rúpias) ao consumidor.

A companhia também está cotando laptops com processador Intel Core 2 Duo de 1.8GHz, disco rígido de 320 Gigabytes e memória RAM de 2GB, por cerca de 30 mil rúpias.

A Elcot, que migrou sua estrutura de TI para Linux no ano passado, está oferecendo os laptops com a distribuição Suse Linux Enterprise Edition 10.1, e planeja oferecer máquinas com o sistema operacional Ubuntu, afirma Umashankar.

A agência afirma que não conseguiu fechar um acordo para oferta de portáteis com Windows, porque a Microsoft não concordou em cobrar 12 dólares por cópia do sistema operacional. "Se eles voltaren atrás, vamos oferecer o produto deles como uma opção a nossos clientes", disse Umashankar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail