Home > Notícias

“Tinha medo da ideia de comandar uma empresa”, diz Steve Wozniak

Em evento no Brasil, cofundador da Apple fala sobre os bastidores da empresa que ajudou a fundar e aconselha jovens empreendedores

Carla Matsu, do Inova!Br

12/11/2014 às 19h13

wozniak2014_520.jpg
Foto:

Não fosse a insistência de familiares e de Steve Jobs, talvez a Apple não seria a mesma. Em evento promovido pela Symantec no Grand Hotel Hyatt em São Paulo, o cofundador da Apple, Steve Wozniak, afirmou ter recusado a oferta inicial de Jobs para montar a companhia nos anos 1970. “Eu tinha medo da ideia de comandar uma empresa”, conta durante a primeira edição do Vision São Paulo 2014.

Segundo ele, a Apple só teria sido oficializada quando Jobs reforçou que Wozniak ficaria dedicado apenas à parte de engenharia. “Steve sempre foi o cara das vendas, eu era mais o cara que gostava de construir as coisas. Eu poderia desenhar um computador, mas era ele quem conseguia transformar aquilo em um produto”, ressalta. Considerado um dos pais da computação pessoal, Wozniak reforçou a criação de duas de suas invenções que deram o start em uma das companhias mais valiosas do mundo: o Apple I e o Apple II, este visto como o iPhone da época. “Esse foi o produto fonte de receita por dez anos”, conta sobre o Apple II.

Entrevistado por Sergio Chaia, vice-presidente da Symantec Brasil e América Latina, Wozniak falou com cautela sobre uma das últimas propostas da Apple, o Apple Watch. “Eu sou um cara nerd por gadgets, gosto de pegar na mão, sentir, ver. Até agora estou um pouco decepcionado com todos ossmartwatches que provei. Para mim não são algo novo. Mas acredito que o da Apple é um pouco diferente. Vamos esperar para ver como o mercado vai reagir”.

Indagado sobre a participação do Governo no estímulo ao empreendedorismo no Brasil, Wozniak lembra que o Vale do Silício foi feito por pessoas e não pelo governo. Ele lembra que o governo americano assumiu a responsabilidade de comprar os transistores, caros e inacessíveis na época. E aconselha àqueles que desejam fundar suas startups não deixarem seus empregos de uma vez. “Parem de ir em festas todos os dias, e foquem a energia em seus projetos”, aconselhou.

Participou também da Vision São Paulo 2014, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que falou sobre a importância do País em acelerar processos de inovação para assumir posição de liderança tecnológica.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail