Home > Dicas

Tire suas dúvidas sobre playlists e formatos no iTunes 11

Respondemos algumas perguntas de leitores sobre recursos de listas de reprodução e arquivos da versão mais recente do software da Apple.

Macworld / EUA

03/01/2013 às 11h39

itunes11_43502.jpg
Foto:

Em nossa segunda dica especial sobre iTunes do ano, damos uma olhada em como criar listas de reprodução (playlists) a partir de pastas de músicas, como adicionar tags às suas faixas, e como ver a duração das músicas selecionadas no iTunes 11.

P: Eu uso playlists para separar música clássica e quando clico em uma lista, gosto de ver seus discos na Visualização de Grade (Grid View). Poderia clicar manualmente em todas as playlists e habilitar esse modo de visualização para cada uma delas, mas há uma maneira de acionar essa ferramenta, de uma vez, para todas as minhas playlists?

Infelizmente, não. O iTunes pressupõe que você quer as playlists no Modo Listas (List View), para que possa ver as músicas separadas. Além disso, suas listas de reprodução ficam à esquerda da janela, e o botão de Visualização (View) à direita, por isso se tiver uma tela grande, ficará usando bastante o mouse para mudar isso. Nossa recomendação é deixar a janela do iTunes o menor possível para ainda mostrar playlists e o botão Visualizar (View), então passar por todas as suas listas e mudar os modos de visualização delas. Para mais informações sobre as mudanças no iTunes 11, confira nossa reportagem especial sobre o assunto.

P: Tenho muitas músicas armazenadas em pastas. Cada uma dessas pastas contém um disco ou shows ao vivo. Gostaria de importar essas pastas para o iTunes como playlists, em que cada uma delas torne-se uma lista de reprodução com o nome da pasta trazendo as músicas armazenadas nela. Há alguma maneira de fazer isso?

Se você possui a barra lateral visível no iTunes (para fazer isso, vá em View/Visualização e escolha a opção Show Sidebar/Mostrar Barra Lateral), pode arrastar as pastas individuais à direita da palavra Playlists na barra lateral. O iTunes então vai criar uma playlist com o nome da pasta e copiar os conteúdos dela em cima.

Outra opção, mais robusta, é usar o AppleScript “Drop to Add and Make Playlists”, de Doug Adams. Arraste uma pasta contendo um disco de estúdio ou ao vivo para o applet, ou dê um clique duplo nele e escolha uma pasta. (Também é possível soltar várias pastas no applet, ou uma pasta contendo outras pastas). Você terá duas opções: poderá ter a playlist com o nome da pasta, ou no formato Artista-Disco. O applet de Adams então vai importar os arquivos para o iTunes, e criar a playlist com o formato de nome que você escolheu.

P: Antes do iTunes 11 eu sempre podia destacar os subsets da minha playlists para ver o tempo total que todas as músicas levariam para serem reproduzidas. Com a nova versão do software, não consigo descobrir como mostrar os subsets de tempo. O tempo total da playlist é mostrado no topo da tela, mas isso não é adequado. Há alguma maneira de conseguir essa informação?

Sim, por padrão, o iTunes 11 escondeu-a. No iTunes, vá até View/Visualização e escolha Show Status Bar/Mostrar Barra de Status. Selecione algumas músicas na sua playlist, e então olhe para a barra de status (na parte inferior da tela) para ver a duração total delas.

P: Costumo comprar músicas no iTunes e então converto os arquivos ACC para o formato Apple Lossless (sem perda). Achava que estava ouvindo uma melhoria de áudio no meu aparelho de som, mas após algumas pesquisas, fiquei me perguntando se a única coisa que consegui ao mudar o formato de ACC para Apple Lossless foi usar mais espaço no meu disco rígido?

Resposta curta: Sim;

Resposta longa: Os arquivos sem perda (lossless) são ótimos para te permitir manter toda a qualidade de som em um arquivo menor do que arquivos não comprimidos. Mas você não pode receber de volta nenhuma informação descartada ao codificar de áudio com perda de qualidade (como MP3 e o citado AAC), por isso converter esses arquivos para o Apple Lossless só faz o que você suspeitou: aumenta o tamanho do documento sem trazer nenhuma melhoria de som.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail