Home > Notícias

Todos contra o iPad: rivais venderão 20 milhões de unidades em 2011

Além disso, analistas e desenvolvedores não concordam com a afirmação de Jobs, que prevê o fracasso dos tablets de sete polegadas

Redação do IDG Now!

22/10/2010 às 12h16

Foto:

O banco Morgan Stanley realizou uma pesquisa que prevê que os tablets rivais do iPad venderão até 20 milhões de unidades em 2011. No entanto, o representante da Apple ainda liderará este mercado, com 30 milhões de dispositivos comercializados no próximo ano.

Analistas também desmentiram a previsão de Steve Jobs que -  durante a apresentação de resultados da Apple nesta semana – afirmou que os tablets dotados de telas de 7 polegadas não são adequados para a maioria dos aplicativos e que “morreriam pouco depois de nascer”. Segundo Marissa Mayer, engenheira que supervisiona os serviços de localização do Google, os tablets com telas de 10 polegadas, de fato, apresentam melhor desempenho, mas as versões com tela reduzida encontrarão seu lugar no mercado.

Outro que concorda com a opinião de Mayer é Cameron Clayton, vice-presidente sênior de aplicação mobile do Weather Channel, cujo aplicativo está entre os dez mais populares em todas as plataformas. Em declaração ao Wall Street Journal, ele afirmou que “os tablets de sete polegadas atrairão um consumidor mais interessado em mobilidade, que quer colocar o dispositivo no bolso com facilidade”.

Além disso, Clayton também se disse animado a desenvolver aplicativos para tablets com o sistema operacional Android: “Estamos comprometidos com todas as plataformas e vamos continuar a desenvolver para eles”.  Quem partilha da opinião do executivo é Jeff Orr, analista da ABI Research: “A afirmação de que os desenvolvedores de aplicativos não estejam interessados na plataforma Android é falsa. Em breve, o número de apps para este sistema poderá ser equiparado ao do iPad”, afirmou ao WSJ. 

Mas, pelo menos por enquanto, as empresas ainda estão focando seus esforços no tablet da Apple: "Estamos mais animados com os dispositivos de nove e dez polegadas e temos concentrado neles a maior parte de nossos esforços de desenvolvimento", afirmou Joe Greenstein, diretor-executivo do Flixster, rede social voltada aos fãs de cinema.

Greenstein disse ainda que a aplicação do Flixster para smartphones estará disponível também para os tablets de sete polegadas e que sua empresa não desenvolverá um aplicativo exclusivo para tablets de de menor dimensão. “As funções serão as mesmas, mas a versão para iPad vai ter uma interface mais rica”, disse ele."Você não pode construir uma aplicação diferente para um único dispositivo. É preciso escolher e construir coisas que que tragam boas experiências para uma ampla gama de equipamentos".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail