Home > Notícias

Trojan usa serviços do Google para contaminar usuários do Facebook

Praga, que surgiu em julho, reaparece com novas estratégias para burlar filtros de segurança da rede social.

IDG News Service/EUA

30/10/2008 às 9h43

Foto:

Um software malicioso que surgiu no Facebook em julho voltou à rede social, desta vez usando os sites do Google para burlar filtros de segurança.

Na terça-feira (29/10), pesquisadores da Fortinet perceberam que um programa similar ao worm Koobface começou a usar o Google Reader e o Picasa para se espalhar pelo Facebook. No ataque, criminosos hospedam imagens que se parecem com vídeos do YouTube para tentar enganar as vítimas e fazê-las baixar cavalos-de-tróia.

O Koobface começou a se espalhar, inicialmente, em julho, mas a equipe de segurança do Facebook logo bloqueou os sites que hospedavam o malware.

A questão é que os criminosos mudaram de tática, segundo o pesquisador sênior da Fortinet, Guillaume Lovet. As vítimas, então, são instruídas a baixar um codec de descompressão para visualizar o vídeo – mas, na verdade, este é um trojan.

Segundo o porta-voz do Facebook, Barry Schnitt, a rede social e o Google estão trabalhando para eliminar o problema.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail