Home > Dicas

Aprenda a editar as fotos feitas com um iPhone no próprio aparelho

Corrija tons de pele, balanço de branco e outras imperfeições e deixe suas imagens ainda melhores

Macworld / EUA

12/07/2010 às 16h12

Foto:

A câmera do iPhone é uma ótima ferramenta para tirar fotos espontâneas para compartilhar em sites como Facebook ou Flickr, ou mesmo para imprimir álbuns de fotografias. Mas mesmo com fotógrafos e equipamentos profissionais, as fotos podem não sair imediatamente como o esperado. Com alguns ajustes em um editor de imagens, as fotografias feitas com o iPhone podem melhorar muito, mesmo as tiradas com a primeira geração do aparelho (câmera de 2 megapixels) e até as feitas com a câmera do iPhone 4, com 5 megapixels.

Leia também:

- Especial iPhone 4 (http://migre.me/WF23)

Apesar de não existir uma fórmula geral de edição para produzir uma boa fotografia – cada imagem tem seus próprios problemas - há alguns obstáculos que são mais comuns nas imagens tiradas com o iPhone.

As ferramentas

Em primeiro lugar, é preciso um software de edição de imagem. Não é preciso comprar um caríssimo programa para isso; se a transferência das imagens para o Mac é feita pelo iPhoto, não há razões para não fazer a edição lá mesmo. Mesmo sabendo que o Photoshop tem muito mais poder de edição, as imagens do iPhone não têm muitas variações de brilho, então um programa mais avançado não vai oferecer tanta vantagem. 

photosperfectlyclear.jpg

 Assim como o iPhone, o Perfectly Clear tem controles de contraste,

Mas você não precisa se prender ao iPhoto: os ajustes mencionados a seguir podem ser feitos na maioria dos editores de imagem. O usuário pode evitar o Mac e fazer muitos desses procedimentos diretamente no iPhone, utilizando um aplicativo como Photoshop.com Mobile, Photogene ou Perfectly Clear. Os ajustes exatos podem variar dependendo do aplicativo, então pode ser necessário fuçar um pouco até encontrá-los.

Balanço de branco

De modo geral, o balanço de branco o iPhone é muito bom ao tirar fotos à luz do dia, mas sob efeito de outras fontes de luz (e, em alguns casos, mesmo na luz do dia), ele pode sair do normal. Um balanço ruim se manifesta como um tom de cor na imagem: ou muito quente (avermelhado), muito frio (azulado), ou outras escalas de cor (geralmente amarelo ou laranja quando a foto é tirada com pouca luz).

Ajustar o marcador de temperatura de cor no iPhoto pode ajudar a corrigir esses problemas. Se há algo cinza na imagem, use o conta-gotas para selecionar esse cinza neutro e checar se corresponde com o balanço de branco. Note que nem todos os problemas de balanço de branco podem ser consertados, especialmente se a imagem for um arquivo JPEG pequeno, comum do iPhone.

Cores opacas e tons de pele

O aparelho geralmente produz imagens que não são tão saturadas quanto poderiam. Embora o iPhoto tenha um controle de Saturação, talvez o ajuste de temperatura funcione melhor para destacar a cor em uma imagem. Se os tons de pele ficarem  um pouco desaturados e o botão de saturação não está trazendo resultados, experimente aumentar a temperatura, ou deslize o marcador de tom (Tint) levemente em direção ao rosa. Ajustes nos marcadores de temperatura e tom são essenciais  para corrigir tons de pele. 

photosiphoto.jpg

O controle de Temperature auda a corrigir tons de pele e outros tons na imagem 

Ao ajustar a cor, a sensação é que os controles do iPhoto não estão fazendo tanto quanto parecem fazer. Pode ser que sim, se as imagens ajustadas foram tiradas de uma outra câmera. As imagens do iPhone não compactam muito alcance dinâmico, e não têm dados tão complexos quanto as fotos de câmeras “de verdade”. Isso significa que os ajustes não vão produzir muito resultado, e podem rapidamente degradar a imagem se o usuário forçar muito o ajuste. 

Sem contraste suficiente

Se a imagem parece um pouco "chapada" ou embaçada, ou se a parte mais escura da imagem é um objeto preto que não parece realmente preto, então a foto provavelmente tem problema de contraste. Mova o indicador na extrema esquerda no controle de Levels (Níveis) para a direita para corrigir o problema. Ou ainda deslize o indicador da extrema direita para esquerda para melhorar o contraste, mas atente aos pontos claros, para que não sejam expostos até atingir totalmente o branco. O usuário pode simplesmente arrastar o indicador de Contraste para a direita, mas o controle de Levels é mais preciso e protege pontos de brilho com muita luz. 

Se uma foto for tirada em um local sem luz com o objetivo de ser clareada mais tarde, uma alternativa é aumentar o controle Exposure (Exposição), mas, novamente, é preciso cautela para que os pontos brancos não estourem. Uma boa opção também é arrastar o marcador Shadows para a direita, mas clarear uma foto do iPhone com algum desses controles pode aumentar o risco de ruído (que se manifesta como pontos coloridos, manchas ou riscos) na imagem. A câmera do iPhone produz muito ruído, então as imagens não podem ser muito clareadas até o ponto em que o ruído aparece.

Precisa de nitidez

Por fim, todas as fotos do iPhone precisam de nitidez. Mova o indicador de nitidez para a direta, mas não tanto que a foto pareça contrastada demais. Se aparecerem pontos ou círculos nas bordas da imagem, o contraste foi longe demais; em relação à nitidez, é melhor menos do que o necessário do que passar do limite. Mesmo com uma boa dose de nitidez, as fotos não ficam tão nítidas quanto aquelas tiradas com uma câmera doméstica. Isso é culpa da lente da câmera do iPhone, e não do fato do sensor ter 2, 3 ou 5 megapixels.

Ao aplicar o contraste, atente ao ruído na imagem, que aumenta nesse processo; é preciso encontrar um ponto de equilíbrio entre esses dois fatores. Uma alternativa para amenizar o problema é a barra Reduce Noise, mas como resultado a imagem pode ficar "suavizada", perdendo nitidez.

Não exagere

Não gaste muito tempo tentando deixar suas fotos do iPhone perfeitas. As fotos tiradas com o smartphone nunca vão parecer com imagens tiradas com equipamentos profissionais ou boas câmeras digitais, e, ao editar muito, a imagem pode inclusive perder qualidade. Por sorte, as fotos tiradas com um iPhone tem como marca registrada um quê de baixa qualidade, o que pode ser parte do charme, principalmente se for utilizado um aplicativo que imita o filme fotográfico como o CameraBag ou o Hipstamatic.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail