Home > Notícias

O que sabemos sobre o Android Q, que vai chegar em 2019

Também conhecido como Android 10, o Q vai chegar mais cedo no ano que vem. Preparamos uma lista com todas a novidades já conhecidas sobre ele

Marie Black, Tech Advisor

19/12/2018 às 19h22

Foto: Shutterstock

Muitos de nós ainda estão esperando instalar o Android Pie (ou Android 9), mas enquanto isso a Google já corre para finalizar o Android Q (Android 10). A primeira menção sobre a nova versão do sistema operacional móvel aconteceu durante o Android Developer Summit, quando a Google confirmou que ele teria "continuidade de tela" (screen continuity), o suporte nativo para apps que funcionam em dispositivos móveis com telas dobráveis.

Com o recurso, os aplicativos podem transitar suavemente de um layout de telefone para um layout de tablet mais imersivo e vice-versa. Nenhuma surpresa, já que o novo Android precisa dar suporte aos vários smartphones dobráveis que estão prometidos por empresas como Samsung, LG e Huawei para o início de 2019.

Outras novidades do Android Q incluem o ‘multi-resume’, uma atualização para uso com tela dividida que permite que dois apps possam não só ser vistos com também utilizados simultaneamente; e um recurso de alerta quando um aplicativo antigo, projetado para versões anteriores, estiver sendo instalado.

Quando o Android Q será lançado?

Nos anos anteriores, a prévia para desenvolvedores (Developer Preview) sempre foi anunciada em março, com uma versão de beta público liberada no Google I/O (maio/junho), seguida da versão final em agosto. A partir daí o novo Android chega primeiro nos dispositivos Pixel Android One, e depois é gradualmente implementado por fabricantes de celulares e operadoras de rede em outros smartphones nos meses seguintes.

Para o Android 10, é possível que os desenvolvedores tenham uma prévia mais cedo em 2019, já que no Android Developer Summit, a Google sinalizou que poderia liberar uma versão antes da versão do desenvolvedor, que poderia ser carregada manualmente em um smartphone Pixel.

Independente dos desenvolvedores, o cenário do Android vai continuar fragmentado entre os consumidores. Ainda tem usuários com dispositivos equipados com o Android 2.3.3 Gingerbread, e são poucos que estão usando o Android 9.0 Pie.

"Q" quer dizer o quê?

O nome de batismo de cada versão do Android é sempre motivo de muita especulação. Ele segue dois padrões: nomes de doces ou sobremesas em ordem alfabética. Isso aparentemente é um problema para o novo Android Q, já que não existem muitos doces que começam com a letra "Q" nos Estados Unidos.

Do Brasil faria sentido ter um Android chamado Quindim ou Queijadinha. E a lista de nomes globais de sobremesas inclui opções como Quesito, Queijadas, Qottab, Quetschentaart, Qurabiya. Um nome muito cotado é o do pudim inglês Queen of Puddings, que poderia ser encurtado para Android Queen. Também da Inglaterra um nome bem cotado é Quality Street, marca de bombons, caramelos e chocolates da Nestlé.

Há quem diga que 2019 pode ser o ano em que a Google abandonará seu sistema de nomenclatura tradicional. Resta esperar os anúncios oficiais para saber.

Enquanto isso, relembre a lista das versões até agora:

Android Donut (v1.6)

Android Eclair (v2.0)

Android Froyo (v2.2)

Android Gingerbread (v2.3)

Android Honeycomb (v3.0)

Android Ice Cream Sandwich (v4.0)

Android Jelly Bean (v4.1)

Android KitKat (v4.4)

Android Lollipop (v5.0)

Android Marshmallow (v6.0)

Android Nougat (v7.0)

Android Oreo (v8.0)

Android Pie (v9.0)

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail