Home > Dicas

Tudo que você precisa saber sobre o MobileMe

Tire suas principais dúvidas sobre o novo serviço online da Apple, que começa a funcionar em julho.

Macworld/EUA

19/06/2008 às 17h46

mobileme2_150.jpg
Foto:

Em julho, não é só o iPhone que ganha nova versão. O .Mac, pacote de serviços online da Apple, terá novos aplicativos, um novo foco em mobilidade, recursos de integração com o iPhone e um novo nome: MobileMe (US$ 99 por ano para contas individuais; US$ 149 por ano para um pacote familiar com cinco contas).

Veja o que esperar do novo serviço quando a Apple tirar o .Mac do ar.

O que é o MobileMe?
O MobileMe substitui o serviço .Mac da Apple. Mantém a maioria dos recursos originais, como armazenamento online e hospedagem de sites, mas aumenta a ênfase em sincronizar informações entre seus diversos dispositivos.

Os usuários do MobileMe poderão fazer com que seu e-mail, contatos e calendários sejam compartilhados entre o computador de casa, do trabalho e um dispositivo móvel, como o iPhone ou o iPod touch. E a chave para isso tudo é a tecnologia push.

Push? O que é isso?

Serviços push são um tipo de protocolo na internet onde um servidor envia dados por conta própria, sem interferência do usuário. No e-mail, as mensagens chegam ao seu celular sem que você peça para enviar e receber, por exemplo (como ocorre hoje no iPhone, exceção feita a um serviço de e-mails do Yahoo!).

Esse tipo de serviço é crítico para empresas com usuários que precisam de dados atualizados em dispositivos móveis. No mundo corporativo, isso atende pelo nome de servidor Exchange que sincroniza dados com o serviço Microsoft ActiveSync. A Apple licenciou o ActiveSync para tornar o iPhone mais atrativo para usuários corporativos que usam servidores Exchange.

O MobileMe usa o mesmo princípio. Você acessa os mesmos e-mails, agenda e calendários se estiver em um Mac, PC, iPhone ou iPod touch. (não é à toa que a Apple adotou o tema “Exchange para o resto de nós”). E toda informação que você inserir no aparelho será enviada para os demais dispositivos.
++++
E como funciona?
Com o MobileMe, os e-mails, alertas de compromissos e contatos ficam armazenados em um servidor seguro, chamado pela Apple de “the cloud” (a nuvem, em inglês). É um jargão para dizer que a informação foi armazenada em um lugar que você pode acessar, com uma conexão à rede, independente de onde estiver e qual aparelho estiver usando.

Atualize um compromisso em um dispositivo e, com o MobileMe, ele irá aparecer em todos os aparelhos, como o iPhone. Fotos também fazem parte do pacote: atualize a imagem de um contato em um dispositivo e ela irá aparecer nos demais.

Qual a compatibilidade do MobileMe?

Em Macs, o MobileMe irá funcionar com o Mail, Address Book e iCal. No Windows, com o Microsoft Outlook (versão 2003 ou superior recomendada) no Windows XP ou Vista, além dos aplicativos de e-mail, calendário e contatos do iPhone ou iPod touch.

Ainda não está claro se outros programas para Mac irão funcionar com o MobileMe, como o Microsoft Entourage. A Apple diz que o serviço foi projetado para funcionar com o o Mail, Address Book e iCal.

mobileme_phone
Atualize o calendário e a mudança irá aparecer em todos seus dispositivos, como o iPhone

++++
E é só isso?
Bem, não. O MobileMe é um serviço online, então existe um componente na web também.
Os serviços de e-mail, contatos e calendário terão versões online no site Me.com.

O que vai aparecer no Me.com?
O Me.com vai abrigar aplicativos online familiares a quem já usou o Mail, iCal e Address Book. Depois de fazer o login, você será levado a uma página inicial que traz uma barra de ferramentas com todos os aplicativos do MobileMe: Mail, Contacts, Calendar, Gallery e iDisk. (um sexto botão leva às configurações do serviço).

A interface do MobileMe Mail será espelhada com a do cliente Mail no OS X,  com uma caixa de entrada e suas pastas específicas. O Mail inclui um recurso de auto-completar para preencher endereços e uma ferramenta de resposta rápida, que permite responder a um e-mail sem abri-lo. Outros recursos incluem a capacidade de sinalizar e-mails e arrastar e soltar mensagens em pastas, como se fosse no Mail em versão desktop.

Os contatos no MobileMe também têm a mesma aparência da versão para desktop. E o calendário, sim, não poderia ser diferente, se chama iCal. Ele é uma novidade no pacote online da Apple (e-mail e contatos já existiam no .Mac, embora sem o envio automático do push).

mobileme_mail
O Mobile Mail é um dos aplicativos do MobileMe na web

++++
E a Gallery?
A Gallery sucede a Web Gallery do .Mac. É o lugar para armazenar e compartilhar fotos online. Faça o upload, organize, escolha para quem mandar e como mostrar as imagens, além de gerar um endereço na web para mostrar suas fotografias.

Para fazer upload de fotos do MobileMe, será possível usar o iPhoto, Aperture e o iPhone. Donos de Apple TV poderão ver slideshows pelo menu Photo do seu aparelho – tudo do mesmo modo que era com a Web Gallery do .Mac.

Que browser roda o Me.com?
A Apple diz que “qualquer navegador moderno”. Leia-se Safari 3 ou Firefox 2 ou 3 no Mac e os dois anteriores mais o Internet Explorer 7 no XP ou Vista.

Algum outro requisito de sistema no Mac?

Assinantes do MobileMe precisam do Mac OS X 10.4.11, embora a Apple tenha alertado que alguns recursos do MobileMe precisem do Leopard (sem mencionar o iLife 08).

Já tenho uma conta .Mac. O que vai acontecer?

A Apple vai automaticamente transformar sua conta .Mac em MobileMe sem custos adicionais. Donos de .Mac já receberam notificações, e a Apple recomenda que você faça duas coisas para garantir uma transição tranquila: 1) configurar o Mac para sincronizar contatos e calendários e 2) atualizar seu navegador para a mais nova versão.
++++
Meu e-mail mac.com vai mudar?
Não, o endereço mac.com continua a existir, mas também será possível criar um e-mail com o endereço me.com e o seu nome de usuário. Mensagens enviadas para os dois endereços cairão na sua caixa de entrada, e pelo cliente de e-mails na web será possível enviar mensagens pelas duas contas. (para enviar e-mails do endereço me.com no Mac OS X ou no iPhone, é preciso configurar as preferências de e-mail).

Os e-mails feitos nas contas mac.com e me.com poderão ser usados como identificação de usuário em compras na iTunes Store. Entretanto, serão dois endereços distintos para contas de iChat.

Ainda posso usar os recursos do .Mac no MobileMe?
A maioria deles. Serviços como Back to My Mac, publicação de sites via iWeb e acesso ao iDisk no Finder não vão a lugar algum. Dá também para compartilhar fotos e filmes do iPhoto 08 e iMovie 08, do mesmo modo que era possível com o .Mac. E sincronizar contatos, calendários e favoritos entre Macs.

Algum serviço .Mac vai embora?
Segundo a Apple, os seguintes serviços saem de cena: .Mac slides, suporte à sincronização no Mac OS X 10.3 Panther, iCards e acesso na web para favoritos (embora seja possível ainda sincronizar bookmarks entre Macs ou PCs).
++++
Por que esses serviços vão morrer?
A Apple não disse a razão. Talvez seja porque estejam ultrapassados, sejam pouco usados ou simplesmente tenham sido substituídos por outros recursos – ou apenas não se encaixam no foco do MobileMe.

Como o iDisk do MobileMe vai aparecer?
No mesmo lugar onde o iDisk do .Mac está, na seção Devices do Finder. No Windows, ele irá surgir como um disco de rede no Vista, acessível via Windows Explorer – do mesmo modo que é hoje.

Alguma coisa diferente no iDisk?

Sim, ele tem um recurso de enviar arquivos muito grandes para mandar por e-mail para alguém. Faça o upload do arquivo para o Finder, clique no arquivo e no botão Share (compartilhar), que cria um e-mail com um link para o arquivo. Existem opções para restringir acesso, criar senha de proteção ou limitar downloads por data ou número de arquivos baixados (para não exceder o limite de banda imposto pela Apple).

Mais alguma mudança?
Sim. Seu limite de armazenamento vai dobrar – de 10 GB para 20 GB se você é um assinante individual e até 40 GB (20 GB para o dono da conta e 5 GB para cada subconta) nos pacotes familiares. A Apple diz que esse aumento no armazenamento vai surgir após o MobileMe ser lançado, então deve levar alguns dias para refletir a nova capacidade.

Se você atualizou seu espaço de armazenamento no .Mac, a Apple irá honrar esses upgrades sem custos adicionais. Se você comprou 10 GB de upgrade, irá para 20 GB com o MobileMe e no final você terá 40 GB.


O iDisk permite compartilhar arquivos grandes que não podem ser enviados por e-mail

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail