Home > Notícias

Twitter acredita que pode gerar receita com publicidade

Durante palestra que abriu o evento Web 2.0 Summit, Evan Williams comentou plano de negócios, concorrentes e melhoras do serviço da empresa.

Computerworld/EUA

21/10/2009 às 15h06

Foto:

O presidente do Twitter, Evan Williams, evitou dar detalhes sobre o plano de negócios do serviço de microblog durante a palestra que abriu o Web 2.0 Summit, na terça-feira (20/10), em São Francisco, nos Estados Unidos.

“Não é como se estivéssemos passando nossos dias olhando para baixo do sofá para um modelo de receita indefinido”, disse Williams. “Você não levanta tanto dinheiro como fizemos sem um plano. É preciso mostrar aos investidores que negócio você planeja construir. Estamos tentando melhorar o produto e a tecnologia. Temos que entregar para as pessoas as melhores e mais relevantes informações possíveis. A coisa irresponsável que poderíamos fazer seria tirar nossos olhos do foco na receita.”

Williams também disse que está otimista sobre o potencial do Twitter de gerar receita. Ele repetiu outras declarações de que o serviço de microblog não está acabando com a publicidade no site, mesmo que o cofundador do site Biz Stone tenha dito no passado que eles que a empresa não se volta para anúncios.

“Não posso dizer exatamente que modelo é, mas tem um jeito da publicidade fazer sentido no Twitter”, disse. “Nós gostamos das perspectivas do Twitter porque há muitas marcas no serviço. Não é uma rede social. É uma rede de informações que diz para as pessoas o que está acontecendo em diferentes partes do mundo”.

Voltando a atenção para os rivais do Twitter, Battelle perguntou a Williams se ele se arrepende de não ter vendido o serviço para o Facebook em 2008. “Não, não me arrependo. Nosso objetivo nunca foi conseguir um bom pagamento para criadores e investidores. O número de coisas incríveis que podemos fazer com o Twitter me faz ficar feliz de fazer parte de uma grande companhia”, afirmou.

Ainda nos possíveis concorrentes do microblog, Williams disse que testou a nova plataforma de comunicação e colaboração do Google, o Google Wave. “Considero o Google Wave incrível. Ainda não testei muitas funções, mas, pelo que vi até agora, já tem um jeito de postar no Twitter pelo Wave, então ele é ótimo”, disse.

Williams também falou que está vendo como melhora a confiabilidade do Twitter. “Estamos percebendo que o serviço está ficando bem melhor. Não estou tão preocupado como já estive, mas não estou satisfeito com a situação atual. Tem algumas coisas que podemos consertar, e temos planos para melhorar ainda mais”, completou. Na segunda-feira (19/10), o Twitter alcançou a marca de cinco bilhões de mensagens. Desde então, o serviço passa por instabilidade e sai com frequência do ar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail