Home > Notícias

USB 3.0 permitirá recarregar tablets e smartphones mais rapidamente

Padrão prevê mais energia para os aparelhos conectados, além de transferência simultânea de dados em alta velocidade.

Agam Shah, IDG News Service

11/09/2012 às 17h27

Foto:

Futuros tablets e smartphones equipados com portas micro USB 3.0 poderão ser recarregados muito mais rapidamente, disseram nesta terça-feira representantes do USB Implementer’s Forum, responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção do padrão.

A maioria dos smartphones e tablets atualmente no mercado é recarregada através de portas micro USB, com um cabo que vai do aparelho a um carregador de parede, docking station ou notebook. Cabos micro USB 3.0 podem transportar mais energia que seus antecessores, o que resultará em aparelhos que recarregam suas baterias em muito menos tempo, disse Jeff Ravencraft, Presidente e COO do USB Implementer’s Forum.

Os novos cabos poderão suportar correntes maiores e cargas de até 100 Watts, disse Ravencraft. A especificação técnica, chamada Power Delivery Specification, que torna isso possível foi adicionada ao padrão USB 3.0 em Julho.

“É um grande salto em relação ao que é possível hoje. Estamos indo de 8.5 watts para cerca de 100 watts”, disse Ravencraft.

Smartphones e tablets com USB 3.0 chegarão ao mercado ainda neste ano. Fabricantes de PCs já mostraram tablets com portas USB 3.0 de tamanho normal, mas aparelhos com portas micro USB 3.0 ainda são raros. Fabricantes de processadores para dispositivos móveis, como a Samsung, estão adicionando o suporte a USB 3.0 a seus produtos para que smartphones e tablets possam ter uma porta de tamanho normal ou uma micro USB neste padrão.

“Qual o tipo do conector é uma decisão do fabricante, mas provavelmente será o micro USB 3.0” o favorito em aparelhos portáteis como smartphones e tablets, afirma Ravencraft.

O padrão USB 3.0 também permite a transferência e dados com maior velocidade, então será necessário menos tempo para copiar arquivos de um smartphone ou tablet para o PC. São previstas taxas de transferência de até 5 Gbps, o que é mais de 10 vezes mais rápido do que o padrão anterior, a USB 2.0.

“A especificação prevê a alimentação de um dispositivo e a transferência simultânea de dados através do mesmo cabo USB”, disse Ravencraft.

Mas a transferência de dados em alta velocidade requer mais energia, e ainda não está claro que as altas taxas de transferência vistas em PCs se aplicarão aos dispositivos móveis. Eles geralmente tem limites no consumo de energia, o que pode limitar a taxa de transferência de dados. Mas eles também podem obter energia dos aparelhos aos quais estão conectados, o que pode garantir a alta velocidade. No final das contas, ela será determinada pelos fabricantes de aparelhos, dependendo de onde eles serão conectados: um HD externo, disco SSD ou outros periféricos.

O USB 3.0 é compatível com as versões anteriores, inclusive todos os periféricos, cabos e acessórios USB 2.0 que já são amplamente usados nos PCs.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail