Home > Notícias

Uso de software livre gera economia de R$ 30 mi para governo federal

Somente a Caixa Econômica Federal economizou R$ 24 milhões em dois anos com licenças de software, afirma presidente do Serpro.

Redação do Computerworld

08/12/2008 às 19h00

Foto:

Somente em 2008 o governo federal economizou 30 milhões de reais com o uso de software livre e o conseqüente não pagamento de licenças. A declaração foi feita por Marcos Mazoni, presidente  do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), no primeiro dia do Free Software Rio – Congresso Internacional de Software Livre para o Setor Público, que acontece no Rio de Janeiro até esta terça-feira (09/12).

“Podemos afirmar isso sem medo de errar. Só com correio eletrônico, foram 10 milhões de reais de economia. Com banco de dados, mais 15 milhões de reais poupados”, revela.

Mazoni falou ainda da economia gerada nas casas lotéricas, em cujas estações de trabalho foram implementados softwares livres desde 2007. “Se considerarmos que as licenças para cada máquina custariam cerca de 1 mil reais por ano, a Caixa Econômica Federal teve 24 milhões de reais de economia do ano passado para este. E, como a cada ano a renovação de licenças custaria a mesma coisa, essa será uma economia anual”, exemplifica Mazoni.

Para conhecer melhor a situação na prática, o Serpro está coordenando um levantamento sobre a utilização de software livre nos órgãos da esfera federal. Inicialmente prevista para ser concluída no final de novembro, a finalização da pesquisa foi adiada em cerca de três semanas para dar tempo de todos os órgãos enviarem informações completas. “Até o final do ano teremos os dados fechados”, afirma Mazoni, lembrando que os dados anteriores são de dois anos atrás e, por isso, defasados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail