Home > Notícias

Usuários criticam Apple por deixar setor corporativo “de lado”

Gerentes de TI relatam a falta de interesse da fabricante em ajudá-los a facilitar operações.

IDG News Service / EUA

17/07/2015 às 18h30

applelogo_43502.jpg
Foto:

Conforme a Apple aumenta sua participação na esfera corporativa, os gestores de TI reclamam da falta de interesse da companhia em ajudá-los. É o caso de Debra Jensen, CIO da Charlotte Russe, varejista de roupas com mais de 500 lojas físicas. Quando buscava equipamentos da marca, ela não conseguiu acesso fácil aos vendedores. A executiva precisou receber uma indicação para poder participar de uma apresentação dos produtos da fabricante. 

“Foi uma experiência nova ter que ser ‘indicada’ para um evento no qual eu queria comprar algo de alguém”, criticou. Decidiu não ir ao evento. A Apple, por sua vez, não a procurou e a executiva suspeita que isso se deva à quantidade de aparelhos da companhia em sua empresa. Debra ressalta que a provedora não é a única deixando a desejar na comunicação com os clientes, acusando o Google de cometer o mesmo erro.

A situação é mais comum do que parece. Conforme a Apple ganha fôlego no setor com a implementação de seus dispositivos móveis e sistemas Mac OS, as expectativas dos usuários corporativos em relação à empresa também crescem. Eles não se contentam com a AppleCare for Enterprise, que promete a cobertura completa do departamento de TI, exigindo que a provedora os ajude na compreensão do impacto final de seus produtos e na integração de ambientes.

Quando a Apple encerrou sua linha de servidores Xserve, há cerca de cinco anos, tal decisão foi encarada pelo CIO da Bay Club, Aaron Gette, como uma saída do mercado corporativo, onde a empresa não ganhava fôlego. A opção de acabar com a venda dos servidores fazia sentido, mas ele acredita que a fabricante deva abraçar as empresas que incorporam dispositivos iOS e ajudá-las na descoberta de soluções.

“A Apple pode fazer muito mais para desenvolver e fortalecer relações”, defendeu, cuja empresa opera uma rede de resorts e clubes de campo para mais de 85 mil membros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail