Home > Notícias

Usuários preferem o iPhone, mas compram o Android

Segundo pesquisa, aparelho da Apple é mais cobiçado que rival nos EUA, mas vende menos; chegada do iCloud pode mudar esta situação.

PC World/EUA

19/07/2011 às 11h46

Foto:

Apesar de o Android superar o iPhone em vendas por uma margem considerável, o smartphone da Apple ainda parece ser o mais desejado entre usuários que planejam comprar um aparelho no próximo trimestre.

Uma pesquisa realizada em junho pela empresa ChangeWave Research revelou que 46% dos compradores preferiam um iPhone, enquanto apenas 32% deles estavam atrás de um celular Android nos EUA. Segundo os dados do estudo, houve um aumento de desejo pelo iPhone na época do lançamento do aparelho pela operadora Verizon (antes o gadget era exclusivo da rival AT&T, nos EUA), e ele parece estar crescendo mais.

Mas como essas informações se relacionam com os dados de participação de mercado, que pintam um quadro completamente diferente? Bem, em primeiro lugar, é preciso destacar que a pesquisa da ChangeWave mede a preferência, e não há nada que evite que os entrevistados mudem de ideia na hora da compra.

E eles parecem estar mudando de ideia, se você levar em conta dados recentes da comScore. Segundo a empresa de pesquisas, o Android  respondeu por 38% do mercado em maio, enquanto o sistema móvel da Apple teve apenas 27%.

iCloud
Outro ponto interessante que os pesquisadores da ChangeWave descobriram é que os consumidores possuem grandes expectativas em relação ao serviço iCloud, serviço de computação na nuvem da Apple. Cerca de 30% dos atuais consumidores da Apple e 13% dos não-consumidores da “maçã” afirmam que o serviço baseado na nuvem irá aumentar a chance de que comprem um aparelho da Apple no futuro.

Os usuários de iPhone também afirmam estar mais satisfeitos com seus aparelhos. Segundo a ChangeWave, 70% dos donos do smartphone da Apple disseram estar “muito satisfeitos” com seus telefones, enquanto apenas 50% dos usuários Android afirmaram o mesmo.

Esse dado parece sugerir que, apesar de o Android estar começando a construir uma vantagem considerável sobre o iOS, ainda existem rachaduras em sua armadura. A satisfação dos consumidores sempre foi atrasada, e o sistema da Google sente falta daquelas “apps matadores”.

Mesmo assim, a inflexibilidade da Apple quanto a distribuição, e apenas o simples fato de ser um aparelho (iPhone) contra centenas – ou milhares – de aparelhos Android significa que sempre será difícil para o sistema da Apple acompanhar o ritmo do rival da Google.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail