Home > Dicas

Vale trazer na mala? Apple agora vende iPhone 4 desbloqueado nos EUA

Quem pensa em adquirir o equipamento nos Estados Unidos não precisa mais fazer o jailbreak e desbloqueio para usar o aparelho no Brasil

Daniel dos Santos, Macworld Brasil

14/06/2011 às 11h02

Foto:

Muita gente que vai para os Estados Unidos costuma trazer um iPhone 4 no bolso. Até a semana passada, quem optava pela compra nos Estados Unidos, porém, tinha um bom trabalho para fazer o equipamento funcionar. Para começar, era preciso fazer o jailbreak (processo para o uso de softwares não autorizados pela Apple) e depois destravar o aparelho para o uso com outras operadoras.

Agora, ficou mais fácil. A exemplo de outros países, como na França, a Apple passa a oferecer o iPhone 4 destravado. Ou seja, é só colocar o chip da operadora brasileira para que ele funcione. Logicamente, como o aparelho não tem subsídio da AT&T, não sai pelos 200 dólares (modelo mais barato nos EUA). É preciso desembolsar 650 dólares para adquirir o modelo de 16 GB GSM.

Mas vale a pena comprar nos Estados Unidos?

Depende. No
Brasil, você também encontra o iPhone 4 destravado e sem plano de
operadora, no modelo pré-pago, por cerca de 1.800 reais. Nesse caso, com
o dólar em 1,6 real, a versão mais barata do iPhone 4 norte-americano,
com o imposto, sai por cerca de 1.100 reais. Ou seja, é mais barato.

Quanto ao limite de 500 dólares para compras, a Instrução Normativa 1059, que fala sobre as regras de bagagem vinda do exterior, permite trazer celulares (como o iPhone 4), câmeras fotográficas e players como o iPod livre de impostos, desde que o usuário consiga provar que adquiriu este produto para uso pessoal.

iphone4300

 
iPhone 4: modelo de 16 GB desbloqueado nos EUA sai por 650 dólares

Mas, como a maioria das pessoas que tem iPhone vai querer usar Internet, um plano de dados 3G é essencial e, ao fechar um pacote com a operadora no Brasil, você consegue subsídios que tornam a diferença entre o aparelho importado e o nacional muito menor. Isso sem falar que os clientes mais antigos também costumam ter desconto na hora de adquirir o equipamento.

Antes de bater o martelo em viagem aos Estados Unidos, é preciso levantar essas informações e fazer as contas. Pois pode valer mais a pena comprar por aqui.

E, para completar, lembre-se que o iPhone 5 (ou 4S) está a caminho. Segundo os rumores, chega em setembro.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail