Home > Notícias

Valor da Apple passa dos US$ 500 bi e Wozniak prevê ações a US$ 1000

Empresa entrou para grupo seleto de empresas que valem mais de meio trilhão de dólares; ações ultrapassaram 500 dólares há 15 dias.

Macworld/Reino Unido e Cauê Fabiano, Macworld Brasil

01/03/2012 às 18h13

Foto:

O preço de ações da Apple pode chegar ao impressionante valor de mil dólares, de acordo com as previsões de Steve Wozniak, co-fundador da companhia, durante uma entrevista à rede de televisão CNBC (a íntegra pode ser vista no site da emissora). 

O preço das ações da companhia de Cupertino chegou a 542 dólares no fechamento do mercado na quarta-feira (29). Desde essa data, a Apple viu seu valor de mercado ultrapassar 500
bilhões de dólares, e a companhia se juntou a um grupo extremamente restrito de
companhias que são avaliadas em mais de meio trilhão de dólares. Apenas empresas como a Microsoft, Cisco, ExxonMobil e General Electric haviam alcançado tal marca. 

Para Wozniak, a Apple ainda possui um grande potencial  de crescimento. “As pessoas falam sobre a respeito das ações a mil dólares. No primeiro momento você quer duvidar, mas eu acredito nisso e eu não costumo seguir o mercado de ações” revelou Wozniak durante a entrevista. Ele também acredita que uma smart TV deve ser lançada pela empresa e que este não será apenas um projeto paralelo da fabricante, mas sim algo que poderá interagir com outros dispositivos da Apple. Vale lembrar que a Apple anunciou para o próximo dia 7/3 um evento que deve apresentar o iPad 3, nova geração do tablet da empresa. 

Em fevereiro deste ano, as ações da Apple ultrapassaram pela primeira vez a marca de 500 dólares e, em pouco mais de de duas semanas, as ações da empresa valorizaram mais de 40 dólares, fechando em pouco mais de 544 dólares, de acordo com dados do Yahoo! Finances. Até o fechamento da reportagem, o valor de mercado da companhia de Cupertino era avaliado em mais de 508 bilhões de dólares.

A Apple iniciou o ano de 2012 batendo outras marcas, e anunciou no fim de janeiro um lucro de 13 bilhões de dólares no primeiro trimestre fiscal, encerrado em 31 de dezembro, com um total de 46,3 bilhões de dólares em vendas, um aumento de 73% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Os grande responsáveis pelos números foram o iPhone e o iPad. Foram vendidas mais de 37 milhões de unidades do smartphone da empresa (incluindo 3GS, 4 e 4S), 128% a mais em relação ao ano passado, enquanto que as vendas de iPad foram além do dobro, ultrapassando 15,4 milhões de dispositivos,  um crescimento de 111%. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail