Home > Notícias

Veja o que dizem as primeiras críticas sobre “Halo: Reach”

Game de tiro exclusivo para Xbox 360 foi lançado à meia-noite de hoje, 14/9, em vários países, incluindo o Brasil

GamePro / EUA

14/09/2010 às 14h26

Foto:

Como todos os jogos anteriores da série, o recém-lançado “Halo: Reach” é muito “Halo”. Lançado à meia-noite de hoje, 14/9, simultaneamente em vários países incluindo o Brasil, o aguardado game de tiro para Xbox 360 conseguiu vender mais de um milhão de unidades nas três primeiras horas de comercialização.

Leia também:

- Americanos fazem fila para lançamento de "Halo: Reach" (http://migre.me/1hVwm)

Veja abaixo o que alguns dos principais veículos especializados disseram sobre o novo título da série. O site Eurogamer deu nota 90 de 100 para o jogo e chamou sua campanha de “10 horas sólidas de um espetáculo sísmico que raramente dá um passo errado em seu ritmo ou design.”

A nossa parceira GamePro deu nota máxima ao jogo, cinco de cinco estrelas, chamando-o de “um fantástico canto do cisne para a (desenvolvedora) Bungie”, concluindo que a “única coisa faltando nesta versão impressionante é o número ‘4’ no título, pois para todas as intenções e propósitos, ‘Reach’ parece a próxima grande coisa na franquia Halo.”

Enquanto isso o site norte-americano IGN dá ao jogo uma “incrível” nota de 9,5 de 10, descrevendo-o como “um presente de despedida da Bungie que deve manter os jogadores entretidos pela próxima geração...e se qualquer outro título de tiro para console conseguir superá-lo nesse tempo será algo incrível.”

gamesshutter_625.jpg

A revista Wired dá ao jogo uma respeitável avaliação de 80 de 100, chamando o modo multiplayer de “incrível”, mas escrevendo sobre a campanha que “costumava haver uma grande diferença entre franquias anuais exaustivas e jogos-evento como “Halo”, mas essa linha está ficando tênue...e ‘Reach’ apresenta algumas falhas em sua armadura”.

halo1.jpg

"Bem na fita": novo game da série 'Halo' têm registrado boas vendas e críticas

As 4 de 5 estrelas dadas pelo site Giant Bomb ecoam a Wired, elogiando muito os componentes multiplayer, mas mostrando indiferença para a história. “Se você já jogou qualquer dos outros títulos Halo, não ficará muito surpreso com o que encontrará em ‘Reach’”, escreve. “O ritmo, a estrutura e a maioria dos equipamentos já apareceu nos jogos anteriores.”

“A (desenvolvedora) Bungie não quis reiventar o Assault Rifle (arma padrão inicial no jogo) ou qualquer coisa boba do tipo. E ao contrário do jogo anterior, ‘Halo 3: ODST’, ‘Reach’ retorna a um formato mais convencional, te movendo diretamente de fase a fase sem qualquer tipo de mundo central.”

Mas de acordo com o site CVG (Computer and Videogames), a Bungie não liga para os elogios ou críticas: a empresa afirma que “nós não nos prendemos aos críticos, nem tentamos desenvolver títulos com os reviews em mente”.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail