Home > Notícias

Velocidade da banda larga no Brasil não satisfaz demanda online

Países como Japão, Holanda e Suécia superam a velocidade ideal que, para download, é de 3,75 Mbps e, upload, 1 Mbps, diz estudo.

IDG News Service/Reino Unido

15/09/2008 às 14h09

Foto:

A velocidade da banda larga no Brasil não atende às demandas de serviços de vídeo e aplicativos online, cuja necessidade deve continuar a crescer, de acordo com estudo da Cisco. O levantamento afirma que uma boa experiência online exige uma taxa de 3,75 Mbps
(megabits por segundo) para a velocidade de download e 1 Mbps em upload. O
tempo ideal para conexão entre servidores para a localização de um
arquivo é de 95 milésimos de segundo.

Mas o Brasil, que ultrapassa os 10 milhões de conexões de banda larga, não está isolado nesse cenário. Situação semelhante se dá em países como Reino Unido, Itália, Espanha, Canadá, Grécia, Austrália, Irlanda, China e Índia.

O estudo prevê que, entre três e cinco anos, para uma boa experiência online, será necessária uma velocidade de download de 11,25 Mbps e, para upload, 5 Mbps, além de transferência de sinal máxima de 60 milionésimos de segundo.

O Japão é o país que mais excede o mínimo estabelecido para uma boa conexão, sendo o 1º lugar em velocidade de conexão. Outros países, como a Suécia, Holanda, Letônia e Coréia do Sul, atualmente, estão cuidando para oferecer os melhores níveis de conexão do mundo e exceder os padrões mínimos de hoje.

O diretor do Internet Business Solutions Group, Fernando Gil de Barnabé, afirma que os dados não são perfeitos, pois é possível que o mesmo usuário tenha feito vários testes em horários diferentes, o que poderia gerar resultados diferentes.

A pesquisa, conduzida pela Universidade de Oviedo e Universidade de Oxford, avaliou a banda larga em 42 países, com base nos dados coletados do Speedtest.net, em cerca de 8 milhões de testes de velocidade de download, upload e tempo de conexão entre servidores.

Veja os países com as 10 melhores conexões:

1. Japão
2. Suécia
3. Holanda
4. Letônia
5. Coréia
6. Suíça
7. Lituânia
8. Dinamarca
9. Alemanha
10. Eslovênia

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail