Home > Notícias

Vendas de tablets devem atingir 51,9 milhões de unidades em 2011

Banco JP Morgan refez cálculos e aumentou sua projeção para o setor, que continuará dominado pela Apple, com 70,9% do mercado

Macworld/Reino Unido

09/09/2011 às 13h49

Foto:

A grande quantidade de iPads vendidos vai impulsionar o mercado de tablets em geral para uma alta surpreendente em 2011, segundo o banco de investimentos JP Morgan.

Mark Moskowitz, do JP Morgan, afirmou que a Apple terá provavelmente uma participação de 70,9% no mercado de tablets até o fim do ano. O banco também refez suas projeções de vendas de tablets para 2011, de 46,1 milhões para 51,9 milhões de unidades, informou o Apple Insider.

O analista também revisou para baixo as estimativas para 2012, de 76,3 milhões para 72,4 milhões - nesse novo cenário, a participação da Apple cairia para 62,8% no fim do próximo ano. Contudo, a Apple ainda será a força dominante no mercado de tablets, afirmou.

"Fora o iPad, não há um tablet sendo oferecido em grandes volumes. Ainda estamos esperando pelo surgimento de um evidente número dois do mercado, mas isso poderá não acontecer até o lançamento do Windows 8 no segundo semestre de 2012", disse Moskowitz.

Contudo, outra possibilidade é que a Amazon, que ainda não tem presença no mercado de tablets, possa vir a ser o concorrente número dois muito rapidamente. A Forrester Research disse no mês passado que o tablet da Amazon seria o "primeiro concorrente real do iPad".

Moskowitz reconheceu a possibilidade de o tablet da Amazon ser um grande concorrente, mas disse que as preocupações em relação ao sistema Android são um ponto fraco.

Por sua vez, a empresa de investimentos Piper Jaffray afirmou nesta semana que a Apple venderia 68 milhões de iPads em 2013.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail