Verba para bolsas do CNPq acabará em setembro, diz Marcos Pontes

Ministro defende seu pleito como sendo um investimento para o Brasil

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/verba-para-bolsas-do-cnpq-acabara-em-setembro-diz-marcos-pontes/
Clique para copiar

Segundo o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, o dinheiro disponível para as mais de 80 mil bolsas do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), só é suficiente para arcar com os gastos até setembro, depois disso, o caixa estará zerado.

O representante pediu aprovação de um crédito de R$ 310 milhões para sua pasta e, mesmo com o sinal positivo do presidente Jair Bolsonaro, ele ainda aguarda que a medida seja, de fato, tomada. Para o ministro, os recursos direcionados devem ser encarados como um investimento que traz retorno rápido e efetivo para o país. “Ciência e tecnologia é fato, é pesquisa, não tem a ver com ideologia”, afirmou.

Na premiação dos vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, que aconteceu na última segunda-feira (08), o ministro disse que “o tempo está passando” e que R$ 310 milhões precisam virar crédito para que o sistema de bolsas do CNPq possa funcionar corretamente.

Além da solicitação de Pontes, outros dez ex-ministros de Ciência e Tecnologia de governos anteriores assinaram um manifesto que critica os cortes de orçamento em pesquisa. “Eles certamente tentaram lá atrás reverter a situação e não conseguiram. Agora, quem sabe, juntos, nós não consigamos reverter”, opinou o atual ministro.

Ele ressalta ainda que o orçamento disponibilizado para a área vem caindo desde 2013 e que o objetivo é chegar aos níveis de 2010, quando o ministério tinha cerca de R$6 milhões em recursos.

Fonte: Folha de S.Paulo

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site