Home > Notícias

Versão móvel do Tetris já foi baixada mais de 100 milhões de vezes

Criado há mais de 25 anos por um programador russo, ele é o game móvel mais vendido de todos os tempos.

Jeff Bertolucci, da PC World/EUA

22/01/2010 às 12h59

tetris_150.jpg
Foto:

Que atire a primeira pedra quem nunca jogou alguma versão do Tetris. Pode ser até que não tenha gostado da lógica deste jogo, mas é preciso concordar que ele foi uma febre por muitos anos.

Criado pelo engenheiro de computação russo Alexey Pajitnov  em 1984, o Tetris completou 25 anos em junho de 2009. E agora obteve mais uma marca histórica: 100 milhões de cópias pagas já foram baixadas para telefones celulares e smartphones desde seu lançamento, em 2005.

Trata-se de um jogo simples e, por isso mesmo, viciante: é um quebra-cabeças no qual o jogador manipula uma série randômica de peças que vão surgindo com o objetivo de preencher linhas verticais sem qualquer espaço vazio. Quando isso ocorre, a linha preenchida desaparece. Caso a tela fica completa, sem mais espaço para novas peças, o jogo é encerrado.

A versão para Game Boy também foi um tremendo sucesso, tendo sido vendidas 35 milhões de coiós, segundo o site oficial do Tetris. (http://www.tetris.com/). A EA Mobile lançou a versão para iPhone e iPod Touch em 2008 (não disponível na loja brasileira). Uma versão clone do game foi retirada da App Store no mesmo ano.

A EA Mobile, que licencia o Tetris da Blue Planet Software, diz que o jogo está disponível para 64 mil modelos de celulares em 60 países, segundo informações da agência de notícias Associated Press.

Mas por que esse jogo simples é um sucesso? Uma das razões pode ser a curva fácil de aprendizado. Há quem diga que a ausência de temas relacionados a sexo ou violência também contribuem.

gamesshutter_625.jpg

Qualquer que seja o motivo – ou série de fatores que levaram a isso -, fato é que o Tetris jamais perdeu sua popularidade e se tornou ou game móvel mais vendido de todos os tempos.

 

 

 

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail