Home > Notícias

Vídeo CES 2012: Canonical anuncia Ubuntu para TVs

Software permitirá compartilhamento com dispositivos móveis e exibirá vídeos em streaming. Aparelhos da plataforma devem chegar este ano.

Da Redação

09/01/2012 às 16h58

Foto:

Divulgado em novembro do ano passado, o plano de Mark Shuttleworth, fundador da Canonical, começa a sair do papel. O executivo deseja que, até 2014, a plataforma livre Ubuntu chegue a todos os dispositivos, de tablets a smartphones, de carros a geladeiras. O primeiro a recebê-lo – fora os computadores, naturalmente – porém, não será nenhum desses e, sim, a TV.

Apple e Google já investem no segmento, a primeira com relativo sucesso, a segundo, nem isso – tanto é que está reformulando seu produto. Como demonstrado nesta segunda-feira, durante a CES 2012, a Canonical chega com uma estratégia parecida: quer fazer da TV, que não deixou de ser o centro do lar, um aparelho mais interativo, principalmente agora que muitas delas acessam a Internet.

O maior desafio é a interface, já que o usuário deseja controlar o aparelho a partir de controle remoto, sem ter de se levantar. Ela é semelhante à última versão do Ubuntu para computadores, conhecida como Unity. Os ícones, porém são outros, e bem maiores.

Com a ajuda do Ubuntu One – o serviço de armazenamento na nuvem da Canonical – será possível compartilhar arquivos com a TV a partir de diversos sistemas: Linux, Androd e iOS. Vídeos em streaming também poderão ser assistidos, mas isso dependerá da adaptação de produtos como o Netflix e o Hulu para a plataforma – já há um aplicativo para YouTube

A ideia é que programas de terceiros sejam desenvolvidos, a fim de que as funcionalidades aumentem com o download dos mesmos. Planeja-se, por exemplo, integração com as empresas de TVs por assinatura, de modo que o usuário possa visualizar a interagir com a programação.

Segundo Jane Silmer, CEO da Canonical, as negociações com empresas de eletrônicos já começaram.  Elas não terão de pagar para ter o software em seus aparelhos, o que deve facilitar os acordos. A expectativa é que Estados Unidos e China sejam os primeiros a receber a Ubuntu TV.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail