Home > Notícias

Vídeo: Quadricóptero controlado por iPad é diversão na certa

AR Drone, fabricado pela Parrot, pode ser controlado dentro e fora de casa, mas preço pode assustar alguns consumidores

William Marchiori e Cauê Fabiano, Macworld Brasil

04/08/2011 às 16h29

Foto:

Que tal usar seu dispositivo iOS para controlar um quadricóptero via Wi-Fi em um parque ou mesmo dentro de casa - e com pequena chance de destruir o aeromodelo ou lascar os móveis da sala? Isso é possível com o AR Drone, fabricado pela Parrot, que acaba de chegar ao Brasil. 

Como o próprio nome já diz, esse quadricóptero tem quatro hélices e dois tipos de cobertura: uma carcaça protetora de isopor, que isola as hélices tornando possível sua utilização em ambientes fechados e outra que apenas cobre a bateria do aparelho, indicada para voos externos. Um dos destaques do AR Drone é que ele possui duas câmeras, que transmitem para o iPad, iPhone ou iPod touch imagens em tempo real - você pode ver o que está na frente ou abaixo dele.

A conexão é simples: ao plugar a bateria no A.R. Drone, ele liga automaticamente e cria uma rede Wi-Fi. É só conectar o iDevice a essa rede e abrir o aplicativo de controle Free Flight, desenvolvido pela própria Parrot. A interface de controle é simples: há dos joysticks na tela, mas você também pode controlá-lo utilizando o acelerômetro. Um único botão serve para decolar e outro desliga os motores imediatamente em caso de emergência. Veja uma demonstração no vídeo abaixo:

Fizemos vários testes ao ar livre e o A.R. Drone se manteve estável, mesmo com ventos fortes. Só perdemos o controle em um dos testes de altura máxima: ele passou dos seis metros, mas quase foi levado pelo vento. Nessa hora, tentamos reduzir a altura e tivemos que pressionar o botão de emergência: o quadricóptero caiu no chão, mas não quebrou.

A fabricante garante que os controles funcionam a até 50 metros de distância. Conseguimos controlar normalmente a 20 metros de distância, mas, durante um teste em uma praça rodeada por prédios com redes Wi-Fi, perdemos o controle duas vezes a menos de 10 metros de distância. O A.R. Drone parou de responder e tivemos que interromper o funcionamento "manualmente".

Existem vários aplicativos na App Store que trazem funções diferentes, como games com realidade aumentada ou gravação de vídeo das duas câmeras do brinquedo. No vídeo, utilizamos o Free Flight para gravar em qualidade VGA e transferimos os arquivos para o computador por meio do iTunes.

Há três problemas que nos incomodaram. O primeiro é a bateria: ela só aguenta cerca de 15 minutos de voo e leva uma hora para ser recarregada. O segundo é o preço - no Brasil, o A.R. Drone custa a partir de 1.899 reais, quase quatro vezes o preço que você pagaria nos Estados Unidos, por exemplo, onde ele custa cerca de 300 dólares. Por fim, é preciso se preocupar também com o lugar no qual você quer pilota, pois não são todos os parques que permitem aeromodelos, por motivos de segurança. 

Fora isso, ele é um excelente brinquedo, super divertido. O produto pode ser adquirido em lojas como Coisas Geniais e MyStore - o dispositivo iOS, claro, não está incluso. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail