Home > Notícias

Vírus que se espalha pelo Skype sequestra dados do usuário

De acordo com a empresa de segurança Kaspersky, vírus rouba informações pessoais e criminoso pode até exigir resgate

Da Redação

11/10/2012 às 15h44

Foto:

Analistas da Kaspersky Lab anunciaram nesta quinta (11) a descoberta de uma versão latina do worm Dorkbot, que infectou milhares de usuários do Skype na Europa nos últimos dias. De acordo com Dmitry Bestuzhev, diretor do grupo de pesquisa e análise na região, o malware começou a se espalhar no último sábado (6), por meio do serviço de mensagem instantânea (IM) e, logo nas primeiras duas horas, recebeu cerca de 500 mil cliques.

A variante também se espalha por meio da mensagem "¿es ésta tu foto de perfil nuevo?” (é sua nova foto do perfil?), que pode aparece em inglês, espanhol, e português - dependendo da localidade do internauta. Quando o usuário clica no link, é redirecionado para fazer o download do arquivo malicioso e, caso seja infectado, a mensagem será espalhada para os contatos do Skype, MSN e para todas as redes sociais e IM que tiverem seus logins e senhas salvos na máquina infectada. Além disso, o trojan também se dissemina via dispositivos USB.

Do mesmo modo, uma vez instalado no computador, o malware irá roubar dados pessoais e financeiros do usuário e ele passará a fazer parte de uma rede zumbi (botnet), podendo ter arquivos sequestrados pelo cibercriminoso - há casos em que é exigido um resgate de 200 dólares para devolver a informação, foto ou vídeo. "Chego a dizer que a maioria das pessoas que clicaram no link malicioso foi infectadas porque o malware, de acordo com o Virus Total, foi inicialmente detectado por apenas 2 dos 44 antivírus. Atualmente, 27 dos 43 deles já bloqueiam o golpe", afirma Bestuzhev.

Fabio Assolini, analista de malware da Kaspersky Lab no Brasil, afirmou que é questão de tempo para aparecer uma variante brasileira do worm Dorkbot. “Nossos cibercriminosos utilizam muito a engenharia social visando ganhos financeiros. Esse é o típico ataque que vemos por aqui regularmente”, afirma.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail