Home > Notícias

Vulnerabilidade em servidores DNS permite ataque a provedor no China

China Netcom tem servidor DNS comprometido e direciona usuários que digitam URLs erradas a páginas maliciosas, segundo Websense.

IDG News Service/Reino Unido

21/08/2008 às 12h19

Foto:

A China Netcom, um dos maiores provedores chineses, foi vítima da perigosa vulnerabilidade no sistema de nomes e endereços da internet, conhecido tecnicamente como DNS, de acordo com a fabricante de segurança WebSense.

A brecha, descrita como uma das mais sérias a afetar a internet, pode levar internautas a sites maliciosos após tentar acessar endereços legítimos.

Mais sobre a grave falha de DNS:
> Brecha de DNS forçará adoção de novo sistema
> Brasileiros estão sujeitos a ataques 
> Falha pode afetar e-mails e sites seguros

O ataque a clientes da China Netcom é particularmente interessante por afetar apenas aqueles que se confundem ao digitar URLs, afirmou Carl Leonard, diretor de pesquisa de segurança no laboratório europeu da Websense.

A exploração foi descoberta pelo laboratório em Pequim da Websense, com alguns dos pesquisadores usando a China Netcom como provedor, afirmou Leonard.

A Websense já registrou outros ataques de DNS, mas escolheu publicar este em particular pelo interesse na execução, afirmou ele.

Crackers comprometeram um servidor DNS da China Netcom que apenas redireciona usuários que digitam "gogle.cn" ao invés de "google.cn".

Desta maneira, poucos usuários são direcionados para sites maliciosos, mas a estratégia é manter os ataques sem qualquer tipo de alarde para não atrair atenções.

As vítimas são redirecionadas para sites maliciosos - alguns ainda estão ativos - que tentam explorar vulnerabilidade conhecidas em softwares como os tocadores RealPlayer e Flash Player.

Outro ataque tenta se aproveitar de um problema no controle ActiveX do Snapshot Viewer, usado para a visualização de relatórios no Microsoft Access.

Ainda que tanto Adobe como Microsoft e RealPlayer já tenham divulgado patches para estas vulnerabilidades, os crackers continuam tentando explorar os problemas em máquinas não corrigidas.

Caso o ataque tenha sucesso, o PC baixará um cavalo-de-tróia que cancela atualização de softwares de segurança, explica Leonard. A WebSense notificou a China Netcom, mas não tem certeza se o servidor DNS já foi corrigido ou não.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail