Home > Notícias

WasteNoTime ajuda a evitar a “perda de tempo” na web

Extensão para o Chrome ajuda a bloquear sites que podem ser fontes de distração e atrapalhar sua produtividade.

Erez Zukerman, PCWorld EUA

30/07/2012 às 17h38

Foto:

Você diz a si mesmo: “só mais cinco minutos”. Cinco minutos de YouTube, de Facebook ou de gatinhos fofos em situações engraçadas. Mas esses cinco minutos frequentemente se transformam em 30, e depois em 60, e quando você dá conta o expediente está terminando e você não fez quase nada. O WasteNoTime é uma extensão gratuita para o Chrome que tenta salvá-lo desta armadilha limitando o tempo que você pode passar em sites que são fontes de distração. Ele funciona bem, mas nem sempre consegue os resultados esperados.

O WasteNoTime, que também tem uma versão para o Safari, da Apple, é baseado em um complemento similar para o Firefox chamado LeechBlock. Basicamente ele permite que você bloqueie o acesso a determinados sites dentro de um horário determinado, com um período de exceção definido por você. É possível, por exemplo, liberar apenas 30 minutos de acesso ao YouTube ou Facebook entre as 9 da manhã e 6 da tarde.

wastenotime_quota-350px.jpg
Você pode configurar uma "cota" de tempo que pode passar nos sites bloqueados

Se você exceder o limite, o acesso ao site será bloqueado e você verá uma página que pergunta “Shouldn’t you be working?” (Você não deveria estar trabalhando?) e mostra uma mensagem motivacional. É possível substituir essa página por qualquer outra que você quiser.

Um dos problemas do WasteNoTime é que falta um indicador visual que mostre que um site está bloqueado. Para verificar se esse é o caso e quanto tempo de acesso resta é necessário clicar no botão da extensão na barra de ferramentas do Chrome.

É possivel proteger a página de configuração do WasteNoTime com uma longa sequência de letras e números gerados aleatoriamente, que você tem que repetir, sem errar, se quiser modificar alguma das opções do programa. A idéia é tornar as mudanças algo incômodo, para que você evite fazê-las, e lhe dar um tempo para pensar no que está fazendo e “resistir à tentação” antes de aumentar o limite ou desabilitar a extensão, por exemplo.

wastenotime_senha-350px.jpg
"Senha" torna as mudanças de configuração incômodas, para que você não desabilite o programa por impulso

Infelizmente, basta um único atalho de teclado para burlar o WasteNoTime: Ctrl+Shift+N. Esta combinação abre o modo “Incognito” (navegação privada) do Chrome, e por padrão nenhuma extensão funciona neste modo.

Ou seja, a não ser que você explicitamente permita que o WasteNoTime rode no modo Incognito, ele não será muito eficaz. E claro, você sempre pode abrir um outro navegador. A facilidade para contar o bloqueio é o verdadeiro perigo, e é fácil esquecer que foi você mesmo que ativou as restrições.

Mas se você conseguir manter o controle e se lembrar de porque instalou o WasteNoTime, ele pode ser uma forma útil de evitar “só mais um vídeo”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail