Home > Notícias

Windows 7: Microsoft promete redução de 11% no consume de energia

Microsoft se empenha em combater as principais reclamações do Vista no Windows 7 e garante que sistema rodará bem em netbooks.

ComputerWorld/EUA

06/11/2008 às 12h24

Foto:

A Microsoft prometeu nesta quarta-feira (05/11) que o Windows 7 usará menos memória e energia, levará menos tempo para ligar e desligar e trará várias outras melhorias.

O Windows 7 também vai reconhcer equipamentos conectados de maneira mais rápida e precisa que o Vista e irá executar agilmente em netbooks de baixo custo, disseram executivos durante uma palestra na Conferência de Engenharia de Hardware do Windows (WinHEC).

> Galeria mostra como serão as telas do Windows 7

Apesar de ser construído no mesmo código base que o Vista, o Windows 7 seria capaz de iniciar alguns segundos mais rápido  que o Vista porque ele carrega os drivers simultaneamente -  em vez de um de cada vez - e corta o número de serviços que são iniciados quando o PC é ligado, disse Jon DeVaan, vice-presidente da divisão de sistema operacional Windows.

O Windows 7 usará menos memória que o Vista, pois muitas janelas de aplicativos são abertas. "Deixamos a placa de vídeo fazer seu trabalho e nós não precisaremos gerenciar as janelas", disse DeVaan.

O Vista também "não faz um bom trabalhado ao deixar a CPU ficar ociosa e permanecer ociosa", completou DeVaan. O Windows 7 tem melhorias no kernel (núcleo do sistema) assim que a CPU executa em baixa freqüência e a mantém ociosa mais tempo. O resultado é uma melhoria na vida útil da bateria do Windows 7 em, pelo menos, 11% em relação ao Vista.

A Microsoft planeja lançar uma versão completa do Windows 7 beta no ano que vem. Executivos da empresa querem demonstrar um netbook Eee da Asus rodando Windows 7, apesar dos apenas 1 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento em solid-state drive (SSD) do ultraportátil.

"Sim, esperamos que o Windows 7 rode bem em netbooks", disse o vice-presidente de produto Mike Nash.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail